F1: As diferenças dos pneus Pirelli em tempo…

Por a 10 Março 2018 12:45

No início de cada temporada a Pirelli tem que confirmar em pista o que ‘vale’ cada composto dos seus pneus. Este ano foram feitos novos ajustes, e só agora, depois de oito dias de testes, a Pirelli pode fazer uma estimativa fidedigna do que vale cada composto.

Na inforgrafia abaixo, o valor que vir inserido na linha de cada pneu é o que este ‘vale’ em termos de tempo por volta face ao composto imediatamente anterior. Mario Isola, diretor da Pirelli só não divulgou a diferença do composto médio para o duro (azul) porque foi muito pouco utilizado em Barcelona.

Do macio (amarelo) para o médio (branco) há um ganho de 0.8s, o super-macio (encarnado) ganha mais 0.4s face ao macio (amarelo). Do super macio (encarnado) para o ultra-macio (roxo) há 0.6s de ‘por volta’ e finalmente deste há mais 0.7 a 0.8s para o novo composto híper-macio (rosa).

Estes valores são aproximados, variam de acordo com a temperatura da pista, tipo de asfalto, etc, portanto não é uma ciência exata. São valores estimados, e logicamente muito aproximados.

Quanto ao super duro, Mario Isola revela que é apenas um composto de emergência.

Estes valores são específicos do Circuito de Barcelona, e a média feita através dos registos das várias equipas.

Subscribe
Notify of
2 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
RogerM
RogerM
2 anos atrás

Olha…olha que complicação que por ai vai com tanto composto, para depois no final nem usarem os ditos “Superhard”, “Hard”, e “Medium”…ainda teremos um “Hiper mega ri fixe soft”.

rodríguezbrm
rodríguezbrm
2 anos atrás

Ou seja, provavelmente, provavelmente, os Mercedes iriam ao segundo 16, caso tivessem simulado a qualificação.

últimas F1
últimas Autosport
f1
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x