F1: A primeira vez que a Aston Martin não pontuou este ano…

Por a 27 Maio 2024 14:56

A Aston Martin trabalhou bem para abrir a possibilidade de Lance Stroll chegar aos pontos, depois de Fernando Alonso ter atrasado todo o pelotão atrás de si deixando espaço ao seu colega de equipa para ir às boxes sem perder posição em pista, mas quando tivemos a Aston Martin a lutar pelo triunfo na corrida de 2023 e este ano temos os dois carros a arrancarem de 13º e 14º, não pode ser satisfatório.

Como se não bastasse, depois da ‘borla’ com a paragem nas boxes de Lance Stroll e canadiano foi vítima do ‘Karma’ e bateu num muro e furou um pneu, tornando todo o esforço de Alonso, inútil. O pit stop resultante atrasou-o na classificação, significando que a Aston Martin saiu sem pontos pela primeira vez este ano.

Para Fernando Alonso, que terminou em 11º: “Tivemos um pouco de azar no início da corrida. Escolhemos os pneus duros para começar visando um stint muito longo. Com a bandeira vermelha, todos trocaram os pneus, fizemos o mesmo, mas tivemos que colocar os médios e ir até o fim, o que foi torturante. Foi muito difícil manter os pneus vivos. Em determinado ponto pensamos em tentar uma estratégia diferente com Lance – um pit stop para atacar Gasly, estávamos fora dos pontos e não tínhamos nada a perder. Não funcionou, mas no geral foi um fim de semana dececionante” disse Alonso.

Já Lance Stroll, que foi 14º: “Sempre esperávamos que a corrida fosse sobre gerir os pneus, então isso não foi surpresa, especialmente após o reinício. Era preciso de uma grande diferença para ultrapassar, pelo que fizemos o que podíamos com a estratégia. Tinha uma diferença sobre Pierre [Gasly], então paramos para colocar pneus duros e tentar competir com ele na segunda metade do Grande Prémio.

No final, não funcionou, então ficamos sem marcar um ponto. Este fim de semana não foi dos mais fáceis e mostra que precisamos encontrar mais ritmo.”

Para Mike Krack, Chefe de Equipa: “Após a bandeira vermelha na volta inicial, havia opções limitadas de estratégia disponíveis. Começando com pneus duros, mudamos ambos os carros para pneus médios na esperança de chegar ao fim da corrida. Lance tinha uma diferença sobre Gasly, então aproveitamos para colocar pneus duros e competir pelo ponto final. Infelizmente, não resultou. O Fernando geriu bem os seus pneus, mas terminamos fora do top 10. Foi mais um dia difícil, comprometido pela classificação fora das posições de pontuação no sábado. Agora é hora de nos reagruparmos como equipe, focar em melhorias e voltar mais fortes no Canadá.”

FOTO Phillipe Nanchino/MPSA

Caro leitor, esta é uma mensagem importante.
Já não é mais possível o Autosport continuar a disponibilizar todos os seus artigos gratuitamente.
Para que os leitores possam contribuir para a existência e evolução da qualidade do seu site preferido, criámos o Clube Autosport com inúmeras vantagens e descontos que permitirá a cada membro aceder a todos os artigos do site Autosport e ainda recuperar (varias vezes) o custo de ser membro.
Os membros do Clube Autosport receberão um cartão de membro com validade de 1 ano, que apresentarão junto das empresas parceiras como identificação.
Lista de Vantagens:
-Acesso a todos os conteúdos no site Autosport sem ter que ver a publicidade
-Oferta de um carro telecomandado da Shell Motorsport Collection (promoção de lançamento)
-Desconto nos combustíveis Shell
-Acesso a seguros especialmente desenvolvidos pela Vitorinos seguros a preços imbatíveis
-Descontos em oficinas, lojas e serviços auto
-Acesso exclusivo a eventos especialmente organizados para membros
Saiba mais AQUI
Subscribe
Notify of
1 Comentário
Inline Feedbacks
View all comments
NOTEAM2.0
NOTEAM2.0
19 dias atrás

O Lance Stroll está cheio de fazer figuras patéticas na F1, e enquanto estiver na Aston Martin a equipa não pode almejar a dar o passo seguinte. É tão simples quanto isto.

últimas FÓRMULA 1
últimas Autosport
formula1
últimas Automais
formula1
Ativar notificações? Sim Não, obrigado