WTCR: Alterações a serem aprovadas esta semana

Por a 4 Dezembro 2018 15:55

Para esta semana está agendado o conselho mundial da FIA onde os calendários de 2019 deverão ser aprovados, assim como algumas mudanças nos campeonatos sobe a égide da Federação Internacional. O WTCR deverá ter também algumas mudanças.

A limitação de dois carros por equipa é uma das medidas a serem implementadas para 2019, assim como a limitação de quatro carros por marca, afim de evitar que uma marca tenha superioridade em relação às outras e fomentar a diversidade no grid como explicou o chefe do WTCR, François Ribeiro:

“Para garantir que a metade do grid não acabe com a mesma marca de carro, propus um limite máximo de quatro carros por marca e apenas equipas de dois carros. Terão que ser duas licenças diferentes e duas decorações diferentes. As equipas podem até estar lado a lado na box, e talvez tenham o apoio técnico comum, mas não haverá equipas de um carro, nem equipas de três carros, nem equipas de cinco carros – e este é o melhor nível de proteção, para evitar a escalada dos custos, e assim podemos ter a certeza de que cada marca que quer apoiar equipas no campeonato tenha uma chance justa. ”

Equipas como a Comtoyou não deverão ter grandes mudanças pois já este ano operaram com quatro carros sob duas designações, Audi Sport Team Comtoyou e Comtoyou Racing. Crê-se, no entanto que a WRT (que este ano esteve com dois Audi, sob a designação Audi Sport Leopard Lukoil Team) quererá correr com quatro Audi, pelo que ainda é incerto o que poderá acontecer. Surgem rumores que a Comtoyou poderá usar também carros de outra marca, sendo que a equipa já tem experiência com Cupras, máquina com que competiu em 2017 no TCR International, com Denis Dupont. A Munnich, que este ano usou 3 carros, poderá ter de reduzir a sua operação epara apenas dois carros ou fazer como a Comtoyou, mas para isso terá de acrescentar outra máquina.

Além das mudanças no número de carros por equipa, existirão mudanças no sistema de pontos. A qualificação 1 terá também direito a pontos, tal como a Qualificação 2 e os pontos serão atribuídos aos 15 primeiros carros, uma vez que se espera uma grelha de mais de 30 carros em 2019:

“Havia uma opinião unânime das equipas de que já era muito difícil chegar ao top 10, mas no próximo ano será duas vezes mais difícil, pelo que a FIA está completamente alinhada com o facto de devermos dar os pontos até ao 15º lugar. e chegar ao 15º ano que vem será difícil – então espero que o Conselho Mundial de Automobilismo acompanhe isso”, explicou Ribeiro.

Novidades à espera da aprovação da FIA esta semana

Visualizou de 4 artigos abertos

O AutoSport limitou a 4, o número de artigos
que poderá ler sem fazer login
Para continuar a ler livremente
os artigos AutoSport,
por favor faça login aqui
Caso não esteja ainda registado,
faça agora aqui o seu
registo gratuito
  • Não é possível alterar o nome de utilizador.

    Deixe um comentário

    Please Login to comment
      Subscribe  
    Notify of
    últimas VELOCIDADE
    últimas Autosport
    AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/motosport.png