WEC: Mudanças no EoT e no BoP para Xangai

Por a 8 Novembro 2018 16:07

Os responsáveis do WEC irão fazer alterações ao EoT de forma a dar mais alguma performance aos privados. Estas mudanças têm como principal objetivo evitar que os pilotos dos privados tenham de levantar o pé para chegar aos níveis de consumo regulamentares.

O novo EoT prevê um aumento de pouco menos de 10% no combustível permitido usar por volta. Os carros turbinados terão um aumento de 9.9% de combustível por volta e os carros com motores naturalmente aspirados terão um aumento de 8.5%. Gaetan Jego explicou ao motorsport.com estas alterações:

“Claramente o que aconteceu em Fuji foi o resultado de um erro de cálculo e estamos agora de volta à situação em que estávamos em Silverstone. Todos os pilotos privados devem poder fazer uma volta na qualificação sem ter que levantar o pé, e se você tiver o potencial para fazer isso na qualificação, será claramente capaz de fazê-lo na corrida. É claro que fomos mais afetados do que os carros normalmente aspirados em Fuji. A FIA e a ACO ainda estão a aprender como fazer a EoT funcionar e é bom que esta correção tenha sido feita. Seremos mais rápidos, com certeza, mas também a Toyota”, explicou ele. “O erro de cálculo significou que eles tiveram que cortar muito no combustível em Fuji”.

O consumo por stint foi também revisto para os privados, assim como restritores para os restritores de reabastecimento, dando assim alguma vantagem aos privados, mesmo que não se espere que consigam suplantar os Toyota.

BoP também alterado

Nos GT também o BoP foi alterado com os Ferrari a serem os mais afetados. As máquinas italianas terão uma ligeira diminuição da potência, dado pelo BoP automático, tendo em conta a performance dos Ferrari em Fuji, onde foram os mais rápidos, além da atribuição de mais 5kg de peso. Todos os outros carros LM GTE tiveram uma diminuição de 5kg do peso, pelo que o peso do Ferrari será o mesmo da prova japonesa (1280kg). Para os Aston Martin além da diminuição de 5kg terão menos 1kg do que em Fuji e um ligeiro aumento da potência. Os restantes carros manterão o BoP da prova anterior.

John Gaw, chefe da equipa, comentou as mudanças: “O BoP deve ser bastante igual agora, por isso em Xangai o foco estará na durabilidade dos pneus e não teremos nenhuma ideia disso até que o treino livre comece.”

O Chevrolet Corvette C7 R terá um peso de 1276kg e um restritor de ar de 30.6mm.

 

Mudanças no EoT e BoP para Xangai

Visualizou de 4 artigos abertos

O AutoSport limitou a 4, o número de artigos
que poderá ler sem fazer login
Para continuar a ler livremente
os artigos AutoSport,
por favor faça login aqui
Caso não esteja ainda registado,
faça agora aqui o seu
registo gratuito
  • Não é possível alterar o nome de utilizador.

    Deixe um comentário

    Please Login to comment
      Subscribe  
    Notify of
    últimas VELOCIDADE
    últimas Autosport
    AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/motosport.png