WEC: Ginetta preparada para enfrentar e os Toyota

Por a 12 Janeiro 2018 17:30

Otimismo e ambição parecem ser as linhas mestras do novo projeto da Ginetta que apresentou a sua nova máquina LMP1, o G60-LT-P1.

O carro foi apresentado como uma máquina vencedora e com potencial para se bater com os híbridos da Toyota pela vitória em Le Mans. Quem o disse foi Lawrence Tomlinson, presidente da marca, que não teve receios em apontar os tempos feitos pelos LMP1 em 2017 como referência para a nova máquina.
“Se formos ver os tempos dos LMP2 fizeram 3:25 em qualificação e 3:27 em corrida, ou seja, 9 segundos mais lentos que os LMP1 Híbridos. Se virmos a diferença de pesos, a melhoria na potência, a melhoria nos pneus e a melhor aerodinâmica em relação aos P2 é difícil não antever que poderemos estar muito perto dos Híbridos. Estamos prontos para lutar com a Toyota. A única diferença é que eles usam um sistema híbrido e nós não.”

Como pontos fortes Lawrence Tomlinson apontou o custo do carro, comparando com os custos de um LMP2 : “Era difícil convencer as pessoas a juntarem-se a nós, sem apresentar algo concreto. Já foi tentando no passado e não funcionou. Nós temos agora o nosso projeto para apresentar e parece-nos uma boa forma de atrair pessoas para os LMP1. Se compararmos os custos com um LMP2, estão apenas 200/300 mil mais do que os LMP2. Por 1.34 milhões de Libras podem ter um chassis capaz de lutar por vitórias à geral em vez de vitórias na respetiva classe e mesmo assim acabar em 10º. Para equipas que querem vencer, é uma solução muito eficiente.”

A Manor já confirmou que vai usar este chassis e estão ainda a decorrer conversações com outra equipa para a compra de mais 3 carros, o que significa ter dois em pista. O responsável pela marca britânica diz ainda que há equipas interessadas e com capacidade para investir no novo modelo, mas aceita que haja um período de avaliação para entender a qualidade do produto, mas está convencido que surgirão mais interessados assim que o potencial da máquina for provado em pista.

A nova máquina será testada já na próxima semana, altura em que será feito uma verificação de sistemas. O carro já foi testado na fábrica e vai ser testado num aeródromo para verificações de sistema e no final deste mês o carro irá ser testado numa pista do sul da Europa.

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

últimas VELOCIDADE
últimas Autosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/motosport.png