/velocidade/elms/elms-henrique-chaves-nao-tivemos-a-sorte-do-nosso-lado/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=elms-henrique-chaves-nao-tivemos-a-sorte-do-nosso-lado&utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=elms-henrique-chaves-nao-tivemos-a-sorte-do-nosso-lado
ELMS, Henrique Chaves: “não tivemos a sorte do nosso lado” | AutoSport

ELMS, Henrique Chaves: “não tivemos a sorte do nosso lado”

Por a 25 Setembro 2022 18:54

Depois da qualificação de ontem, Henrique Chaves tinha a expectativa de um bom resultado na corrida do European Le Mans Series, as 4 Horas de Spa-Francorchamps, mas algumas contrariedades impediram-no de ir além de oitavo no final da prova.
Depois da qualificação de ontem o português e os seus colegas de equipa, John Hartshorne e Jonathan Adam, tinham aspirações a um bom resultado, mas como sempre numa corrida desta competição, tudo tinha de correr de feição, dado o elevado nível competitivo.

No entanto, o primeiro ‘stint’ foi muito difícil para John Harsthorne, uma vez que a pista estava húmida e muito traiçoeira, o que não facilitou a tarefa do piloto do Aston Martin Vantage AMR da TF Sport.

Para além disso, uma situação de Full Course Yellow imediatamente depois da segunda paragem do carro número noventa e cinco, deixou-o com uma desvantagem que foi impossível de recuperar.

Apesar do bom andamento de Jonathan Adam e de Henrique Chaves, que uma vez mais realizou uma performance digna de registo, no final das quatro horas de prova o oitavo lugar era o resultado possível. “Foi uma corrida difícil! A pista estava muito difícil no início e o John teve algumas dificuldades. Depois, tentamos iniciar uma recuperação, antecipando o ‘stint’ do Jonny, mas tivemos azar com um Full Course Yellow logo a seguir, o que nos impediu de recuperar a volta que tínhamos perdido. O carro estava muito bom, como foi possível ver no meu turno de condução, mas não tivemos a sorte do nosso lado”, frisou o jovem de Torres Vedras.

Com o resultado de hoje a situação na classificação de pilotos da classe LM GTE fica mais difícil, mas Henrique Chaves garante que, enquanto houver possibilidades matemáticas de conquistar o terceiro posto, toda a equipa vai à luta. “Chegar aos três primeiros do campeonato e assegurar um lugar para Le Mans fica mais difícil, mas não vamos baixar os braços. A próxima prova será no Algarve e vamos dar o máximo para estarmos em condições de terminar a temporada no terceiro posto e dar uma alegria aos adeptos portugueses”, concluiu o piloto de Torres Vedras

A próxima etapa do European Le Mans Series disputa-se no Autódromo Internacional do Algarve, a 16 de Outubro, mas já no próximo fim-de-semana Henrique Chaves termina a temporada do GT World Challenge Europe Endurance Cup, no Circuit de Barcelona – Catalunya.

Caro leitor, esta é uma mensagem importante.
Infelizmente o Autosport não pode continuar a disponibilizar os seus artigos gratuitamente.
Já não é viável ter uma equipa de jornalistas profissionais sem que possamos vender o produto do nosso trabalho.
Tal como os jornais e revistas são pagos, também os conteúdos editoriais digitais terão que ser pagos.
Por favor subscreva o Autosport Exclusivo e ajude-nos a manter esta máquina em andamento!
São apenas 2€ por mês, subscreva agora AQUI
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Caro leitor, esta é uma mensagem importante.
Infelizmente o Autosport não pode continuar a disponibilizar os seus artigos gratuitamente.
Já não é viável ter uma equipa de jornalistas profissionais sem que possamos vender o produto do nosso trabalho.
Tal como os jornais e revistas são pagos, também os conteúdos editoriais digitais terão que ser pagos.
Por favor subscreva o Autosport Exclusivo e ajude-nos a manter esta máquina em andamento!
São apenas 2€ por mês, subscreva agora AQUI
últimas ELMS
últimas Autosport
elms