João Macedo Silva (Porsche 911 RSR Classicos, H75) venceu a primeira corrida dos Clássicos… partindo das boxes: “Nesta corrida parti das boxes de último, devido a ‘distrações’. Durante o fim‑de‑semana desde os treinos livres, o Porsche esteve sempre com um problema eletrónico, sendo que o motor quando chegava ás 6000 rpm perdia potência, reavendo um pouco apenas entre as 7500 e 8500 rpm.
Aliado a esses facto, após algumas voltas, saltou a correia da ventoinha, deixando assim de ter refrigeração do motor, mas como se percebe aguentou até ao fim”, disse João Macedo e Silva, que venceu a corrida.

Eis a história dessa corrida: Os primeiros problemas, quando o motor do Ford Escort RS1600 de Rui Azevedo ‘decidiu’ deitar fora todo o óleo na travagem para a curva 5, criando uma armadilha onde Rui Costa (Ford Escort RS 1600) escorregou para fora da corrida através de um vistoso pião que não teve consequências mais graves que um ligeiro toque nas barreiras de proteção.

Saiu o Escort, entrou o ‘Safety Car’ e só voltou a acontecer competição nos últimos minutos, onde já não participou Carlos Vieira. O piloto campeão nacional de velocidade e de ralis voltou a não ser feliz e depois de arrancar da pole position viu o seu Escort fazer ‘birra’ e abandoná-lo no meio do carrossel algarvio com uma manga de eixo partida.

Com tudo isto, João Macedo Silva (Porsche 911 RSR) ficou na frente e terá rubricado uma das vitórias mais fáceis da sua carreia, mesmo que tenha sido salvo pelo Safety Car. Conforme o piloto confidenciou, o motor ‘boxer’ aqueceu, perdeu óleo e mais algumas voltas, teria partido. No segundo lugar ficou Joaquim Jorge (Ford Escort RS 1600) fechando o pódio, António Soares (Ford Escort RS). José Fafiães (Datsun 1200) ganhou entre os Clássicos 1300.

Clássicos AIA: João Macedo Silva de último… para primeiro (vídeo)

Velocidade

Destaques

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x