24 Horas de Le Mans, LMP2: Muito equilíbrio

Por a 13 Junho 2018 14:28

A capilaridade de favoritos transforma a categoria LMP2 numa das mais interessantes de seguir. É nos LMP2 que encontramos a bandeira portuguesa envergada com orgulho por Filipe Albuquerque, ao volante do Ligier JSP217 com motor Gibson, da United Autosports, propriedade de Zak Brown, o patrão da McLaren. O que podemos dizer de uma tripla de pilotos onde além de Albuquerque está Paul di Resta e Phil Hanson, vencedor do Campeonato britânico de endurance e do Asia LeMans Series na categoria GT3? No outro carro, estará Juan Pablo Montoy – que disse “nunca pensei que Le Mans fosse tão interessante!!” – com Will Owen e Hugo de Sadeleer, suíço de 20 anos, segundo no European Le Mans Series de 2017 na categoria LMP2. São, claramente, candidatos a vencer a categoria e melhorar o resultado de 2017, um quarto lugar, mesmo que o Ligier não seja a melhor arma para isso.
Na Signatech Alpine, equipa que venceu a LMP2 no WEC 2017, regressa com apenas um Oreca – Gibson pilotado por Nicolas Lapierre (ex-Toyota Gazoo racing), André Negrão (ex.piloto da GP2) e Pierre Thiriet (amador que já foi campeão ELMS e duas vezes segundo em Le Mans na LMP2). É uma forte candidata à vitória.

A G-Drive terá dois Oreca-Gibson pilotados por Jean Eric Vergen (líder da Fórmula E), Riman Rusinov (um russo amador, mas de grande qualidade) e Andrea Pizzitola (francês com muita experiência no European Le Mans Series onde foi segundo em 2017), num dos carros e James Allen (australiano de 20 anos que foi terceiro no ELMS de 2017), Enzo Guibbert (francês de 22 anos, terceiro no ELMS 2017 na classe LMP3) e Jose Gutierrez (mexicano com 22 anos que cumpriu 2 corridas no ELMS 2017 e esteve no campeonato IMSA 2017 onde fez sete corridas e terminou no 12º lugar). Olhando ao que sucedeu em Spa, a G-Drive é a grande candidata à vitória.

O Dallara-Gibson da Racing Team Nederland com pneus Michelin, pode ser a grande surpresa, especialmente olhando ao que fizeram em Spa. Jan Lammers, Frits van Eerd e, principalmente, Guido van der Garde, não fazem uma tripla homogénea (Frits van Eerd é o patrão dos supermercados Jumbo, patrocinadores de Max Verstappen, sendo piloto amador) mas como Jan Lammers fará a sua 24ª partida nas 24 Horas de Le Mans e depois dará lugar a Nyck de Vries, piloto de reserva atualmente na Fórmula 2, o Dallara poderá ser uma dor de cabeça para os favoritos.

No lado da Dragonspeed, vencedora da ELMS 2017 como G-Drive, manteve-se na LMP2 apesar do alto dado para a LMP1 e alinha uma tripla de pilotos de respeito: Pastor Maldonado (que já bateu forte e feio no dia de testes), Nathanael Berthon (habitual piloto no WEC nesta categoria) e o mexicano Roberto Gonzalez, ex-piloto do campeonato CART que aos 42 anos decidiu enveredar pelas corridas de endurance.

Destaque, ainda, para uma equipa britânica que está baseada no Algarve (no Autódromo Internacional do Algarve), a Algarve Pro Racing, que alinhará com um Ligier – Gibson, mas com três pilotos amadores (Mark Petterson, Ate de Jong e Tacksung Kim) não será incómodo para os candidatos á vitória.
As restantes categorias pode encontrar em artigos anexos, na mesma secção

Programa/Horários
13 de junho, 4ª Feira
Sessão Hora Duração
Treinos Livre 15h00 4 horas
Qualificação 1 21h00 2 horas
14 de junho, 5ª Feira
Qualificação 2 18h00 2 horas
Qualificação 3 21h00 2 horas
16 de junho, sábado
Warm-up 08h00 45 minutos
Corrida 14h00 24 horas

Muito equilíbrio na categoria LMP2 das 24 Horas de Le Mans

Visualizou de 4 artigos abertos

O AutoSport limitou a 4, o número de artigos
que poderá ler sem fazer login
Para continuar a ler livremente
os artigos AutoSport,
por favor faça login aqui
Caso não esteja ainda registado,
faça agora aqui o seu
registo gratuito
  • Não é possível alterar o nome de utilizador.

    Deixe um comentário

    Please Login to comment
      Subscribe  
    Notify of
    últimas VELOCIDADE
    últimas Autosport
    AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/motosport.png