FPAK confirma: Não há prova substituta no CPTT

Por a 20 Julho 2019 15:58

A Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting (FPAK) emanou um comunicado em que confirma não estar prevista qualquer prova de substituição em sequência da anulação da Baja Rota do Douro Verde, pelo que o Campeonato de Portugal de Todo-o-terreno AM|48 terá uma prova a menos que o previsto: “Na sequência das muitas questões levantadas por equipas, pilotos e patrocinadores relativamente à possibilidade da Baja TT Vindimas do Alentejo integrar o Campeonato de Portugal de Todo-o-terreno AM|48 ainda este ano, por forma a reestabelecer as seis provas inicialmente previstas para a época 2019, esclarecemos: Não existe nenhuma prova no calendário desportivo 2019 da FPAK que possa, em condições exequíveis, integrar o calendário esta época.
A Baja TT Vindimas do Alentejo é uma prova candidata ao CPTT em 2020 pelo que, regulamentarmente, não pode ser parte integrante do Campeonato em 2019”, lê-se no recente comunicado da FPAK.

Antes disso a FPAK já tinha alertado que na sequência da anulação da Baja Rota do Douro Verde, depois de terem surgido algumas dúvidas no que toca às Pontuações/Classificações, citou o Artigo 8 do Regulamento Desportivo do CPTT intitulado Classificações Finais, no ponto 7 menciona e passamos a citar: “Para fazer parte das classificações finais do CPTT – de acordo com o Art.13.3 das PGAK”
O Artigo 13 das PGAK intitulado Pontuações de Provas e Campeonatos, no ponto 3 refere e passamos a citar: “Nº mínimo de participações – um concorrente, para fazer parte de uma classificação final de um campeonato, taça, troféu, série, desafio ou critério, tem de efetuar um mínimo de 50% de participações +1, do número de eventos que constar no regulamento desportivo do Campeonato FPAK correspondente” Tendo em conta que o número de provas do CPTT passou de 6 para 5 eventos e 50% de 5 provas são 2,5. E se a essas 2,5 provas acrescentarmos mais uma resultará em 3,5, um resultado matemático de impossível concretização. Assim, entendeu a FPAK, considerar 3 participações mínimas para fazer parte da classificação final do Campeonato.
Por fim, a FPAK chamou ainda a atenção, para o facto que de acordo com o Art. 8.5 do Regulamento Desportivo do CPTT, com a anulação da Baja TT Rota do Douro Verde, para a classificação final serão considerados os melhores 4 resultados das 5 provas disputadas.

Antes disso, a FPAK tinha reajustado o calendário da Taça Ibérica de Todo-o-terreno 2019, já que na sequência da anulação da Baja Rota do Douro Verde, que era uma das provas pontuáveis para a Taça Ibérica de Todo-o-terreno, as provas da Taça Ibérica passaram a ser as seguintes: IV Rally TT Mar de Olivos; Baja España Aragon (que se realiza na próxima semana); Baja TT Idanha-a-Nova e Baja de Portalegre 500.

Deixe um comentário

Please Login to comment
  Subscribe  
Notify of
últimas CPTT -CAMPEONATO PORTUGAL TODO TERRENO
últimas Autosport