CNTT: Luta pelo título de regresso com a Baja TT Idanha-a-Nova

Por a 6 Setembro 2017 12:21

Depois de umas ‘férias’ de quase três meses, o Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno regressa no próximo fim de semana em Idanha-a-Nova para a primeiras das três restantes provas, duma competição que este ano não irá terminar, como habitualmente em Portalegre, mas sim a 2 e 3 de dezembro com a Baja Rota do Douro, que foi adiada e recentemente reagendada para esta data.

[soliloquy id=”316246″]

A Baja da Idanha, quarta jornada da época, apresenta um formato semelhante ao das temporadas anteriores e com percursos distintos para carros e para motos, quads e SSV. Com centro nevrálgico na vila, o parque de assistência e a área de partidas e chegadas do prólogo e dos sectores selectivos localizam-se junto ao Santuário de Nossa Senhora do Almurtão.

Para os automóveis, a acção começa na sexta-feira, dia 8, às 17h10. Todos os concorrentes têm de cumprir os 6,81 quilómetros por duas vezes, com a segunda partida agendada para 18h40. No dia seguinte, há dois desafios, num total de 330,65 km.

Entre as motos, quads e SSV, a competição tem início um pouco mais cedo. O prólogo é percorrido apenas uma vez e o primeiro a arrancar vai fazê-lo às 14h20. Ainda na sexta-feira, disputa-se o primeiro sector selectivo. São 75,84 quilómetros com partida definida para as 16 horas. No dia seguinte estão reservados os 261,56 do segundo sector selectivo.

Em termos desportivos, Ricardo Porém lidera o campeonato com 51 pontos, mais onze que Alejandro Martins, vencedor da Baja do Pinhal. João Ramos entrou a vencer em Loulé, mas os azares perseguiram-no em Reguengos e na Sertão pelo que é apenas terceiro, a dois pontos de Alejandro Martins, mas a 13 pontos de Porém. Tendo em conta que Pedro Ferreira é quarto com 37 pontos e Alexandre Franco, quinto com 34, Rui Sousa, sexto com 30, está tudo completamente em aberto na luta pelo título, e com três provas pela frente, a copetição está ainda longe das definições. Contudo, do trio Porém, Martins e Ramos, deverá sair o novo campeão, acreditando-se que, tendo em conta os andamentos já mostrados, será entre Porém e Ramos que tudo se decidirá, sendo certo que Alejandro Martins terá uma palavra a dizer se continuar a aproveitar as hipóteses que os seus adversários lhe derem.

Itinerário – CLIQUE AQUI

Lista de Inscritos – CLIQUE AQUI

Subscribe
Notify of
1 Comentário
Inline Feedbacks
View all comments
seven
seven
2 anos atrás

O Ricardo Porém já provou, ser de longe, o melhor piloto nacional de TT da actualidade.
Pena que o nosso mercado seja tão pequeno, pois já merecia ser piloto oficial de alguma marca no Dakar e na Taça do Mundo de TT.
Um título mais em Portugal, adicionaria robustez ao seu currículo e talvez lhe abra mais alguma oportunidade…

últimas CPTT -CAMPEONATO PORTUGAL TODO TERRENO
últimas Autosport