Baja TT Idanha-a-Nova: Guia da Prova

Por a 21 Setembro 2019 09:29

Depois da anulação e adiamento das duas últimas provas de TT, a Baja Rota do Douro Verde, prova do CPTT e a Baja TT Vindimas do Alentejo, prova da Taça de Portugal de Todo-o-Terreno, os dias 21 e 22 de setembro marcarão o regresso do todo-o-terreno, e do CPTT, desta vez aos rápidos troços de Idanha-a-Nova.

Uma das mais antigas provas do calendário português, marcada por excelentes pistas que reúnem a aprovação de pilotos e equipas, sob a chancela de qualidade da Escuderia Castelo Branco.

A Baja TT Idanha-a-Nova 2019 apresenta um novo figurino para sábado, onde a pacata aldeia de Zebreira recebe de braços abertos toda a comitiva. Os pouco mais de 7 km do prólogo prometem muita velocidade e um espectáculo digno de uma modalidade que ano após ano tem movido mais gente, tanto para dentro como para fora dos sectores selectivos. Segue-se um sector selectivo com 160 km, num dia onde Motos e Autos desfrutarão de um programa igual.

Uma vez mais a Baja TT Idanha-a-Nova fará parte do Baja European Championship, onde os portugueses se apresentam como fortes candidatos à vitória final. Nas duas rodas é o sócio ECB Tiago Santos, que na sua Yamaha WRF 250F lidera destacado à frente do polaco Adam Tomiczek. Nos Quads é Roberto Borrego a destacar-se com a sua Yamaha AJ42, a apenas 1 ponto da liderança, ocupada pelo polaco Marcin Talaga.

Para quem pretende ver mais de perto, e em segurança, tem ao seu dispor 7 zonas espectáculo (ZE) devidamente identificadas com placas indicadoras e com acesso para todos os tipos de viaturas. Existem ainda 4 pontos de interesse (PI) para SUV e 4×4, estando as coordenadas disponíveis nos canais ECB.

O CNTT abrirá as hostilidades e as MOTOS serão as primeiras a entrar em acção, com a hora prevista de partida do primeiro às 8:00. Um campeonato ao rubro que à entrada da penúltima prova é dominado por Salvador Vargas, que com a sua KTM tem 6 pontos de avanço sobre Daniel Jordão e a sua Yamaha da Francosport. Bernardo Megre e a sua Husqvarna fecham o pódio e o trio de onde, muito provavelmente, irá sair o grande campeão de 2019.

Seguem-se os QUADS e Luís Engeitado, da Francosport, será o primeiro a entrar em prova como líder de um campeonato que tem 3 Yamaha’s no topo da classificação. No segundo lugar encontra-se Beto Borrego, que dispensando apresentações, fecha a lista de candidatos com hipóteses de conquistar o campeonato. O terceiro lugar é ocupado por Jairo Alves.

A enorme comitiva dos espectaculares SSV’s será a última a mostrar o seu valor, onde Pedro Santinho Mendes e o seu Can Am da CamAm Off Road Portugal lideram um disputadíssimo campeonato. Vitor Santos, também com um Can Am da Racing Factory Speedfreak, aparece em segundo. O terceiro é João Monteiro, da equipa Sharish Gin Racing Team, que também em Can Am fecha o pódio mas não o enorme grupo de pilotos que, matematicamente, ainda têm hipóteses de se sagrarem campeões nacionais.

GUIA DA PROVA – ONDE VER – CLIQUE AQUI

2
Deixe um comentário

Please Login to comment
  Subscribe  
Notify of
últimas CNTT SSV
últimas Autosport
Lost your password? Please enter your username or email address. You will receive a link to create a new password via email.