Baja TT Idanha-a-Nova: Guia da Prova

Por a 21 Setembro 2019 09:29

Depois da anulação e adiamento das duas últimas provas de TT, a Baja Rota do Douro Verde, prova do CPTT e a Baja TT Vindimas do Alentejo, prova da Taça de Portugal de Todo-o-Terreno, os dias 21 e 22 de setembro marcarão o regresso do todo-o-terreno, e do CPTT, desta vez aos rápidos troços de Idanha-a-Nova.

Uma das mais antigas provas do calendário português, marcada por excelentes pistas que reúnem a aprovação de pilotos e equipas, sob a chancela de qualidade da Escuderia Castelo Branco.

A Baja TT Idanha-a-Nova 2019 apresenta um novo figurino para sábado, onde a pacata aldeia de Zebreira recebe de braços abertos toda a comitiva. Os pouco mais de 7 km do prólogo prometem muita velocidade e um espectáculo digno de uma modalidade que ano após ano tem movido mais gente, tanto para dentro como para fora dos sectores selectivos. Segue-se um sector selectivo com 160 km, num dia onde Motos e Autos desfrutarão de um programa igual.

Uma vez mais a Baja TT Idanha-a-Nova fará parte do Baja European Championship, onde os portugueses se apresentam como fortes candidatos à vitória final. Nas duas rodas é o sócio ECB Tiago Santos, que na sua Yamaha WRF 250F lidera destacado à frente do polaco Adam Tomiczek. Nos Quads é Roberto Borrego a destacar-se com a sua Yamaha AJ42, a apenas 1 ponto da liderança, ocupada pelo polaco Marcin Talaga.

Para quem pretende ver mais de perto, e em segurança, tem ao seu dispor 7 zonas espectáculo (ZE) devidamente identificadas com placas indicadoras e com acesso para todos os tipos de viaturas. Existem ainda 4 pontos de interesse (PI) para SUV e 4×4, estando as coordenadas disponíveis nos canais ECB.

O CNTT abrirá as hostilidades e as MOTOS serão as primeiras a entrar em acção, com a hora prevista de partida do primeiro às 8:00. Um campeonato ao rubro que à entrada da penúltima prova é dominado por Salvador Vargas, que com a sua KTM tem 6 pontos de avanço sobre Daniel Jordão e a sua Yamaha da Francosport. Bernardo Megre e a sua Husqvarna fecham o pódio e o trio de onde, muito provavelmente, irá sair o grande campeão de 2019.

Seguem-se os QUADS e Luís Engeitado, da Francosport, será o primeiro a entrar em prova como líder de um campeonato que tem 3 Yamaha’s no topo da classificação. No segundo lugar encontra-se Beto Borrego, que dispensando apresentações, fecha a lista de candidatos com hipóteses de conquistar o campeonato. O terceiro lugar é ocupado por Jairo Alves.

A enorme comitiva dos espectaculares SSV’s será a última a mostrar o seu valor, onde Pedro Santinho Mendes e o seu Can Am da CamAm Off Road Portugal lideram um disputadíssimo campeonato. Vitor Santos, também com um Can Am da Racing Factory Speedfreak, aparece em segundo. O terceiro é João Monteiro, da equipa Sharish Gin Racing Team, que também em Can Am fecha o pódio mas não o enorme grupo de pilotos que, matematicamente, ainda têm hipóteses de se sagrarem campeões nacionais.

GUIA DA PROVA – ONDE VER – CLIQUE AQUI

2
Deixe um comentário

Please Login to comment
  Subscribe  
Notify of
pedrore
Membro
pedrore

Pensei bastante se havia de criar ou não aqui um comentário, mas depois conclui que sim, pois acho ridiculo de mais para se ficar calado! Sou cliente da autopsort há muitos anos, quase tantos quanto os que tenho de competição, e, como muitos outros, poucos é certo, adoro comprar o vosso jornal semanal e não sou de todo vosso cliente em redes sociais ou mesmo online que seja! Pois bem, lá se vai o tempo em que o autosport apoiava, divulgava ou até mesmo ajudava a modalidade do todo-o-terreno nacional divulgando na edição da semana em que haveria uma prova… Ler mais »

últimas CNTT SSV
últimas Autosport