Baja TT do Pinhal: Ministro proíbe em direto na TV, ECB desmente aviso

Por a 12 Setembro 2020 22:06

Todo este caso do cancelamento/adiamento da Baja TT do Pinhal foi despoletado de forma estranha. É a primeira vez da história do automobilismo português que um Ministro ‘proíbe’ uma prova em direto na TV, e como vai ficar a perceber mais à frente, é contrariado pela organização da prova, a Escuderia Castelo Branco, pois o Ministro disse que informou os organizadores e os organizadores desmentem. Em comunicado, a A Comissão Organizadora da prova, emitiu há pouco um comunicado que pode ler na íntegra:

ESCUDERIA CASTELO BRANCO
Ministro da Administração Interna, proíbe a realização da “Baja TT do Pinhal 2020”
A competição que a Escuderia Castelo Branco tinha agendado para este fim de semana 12 e 13 de Setembro, integrada no Campeonato do Mundo e da Europa de Bajas, da Federação Internacional de Motociclismo e da Federação Internacional de Motociclismo Europa, e nos Campeonatos Nacionais de todo terreno, da Federação Motociclismo de Portugal e da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting.
Após vários meses de trabalho, realizado por uma extensa equipa, na preparação e na montagem da “Baja do Pinhal 2020”, com a indispensável colaboração das Câmaras Municipais da Sertã, de Proença-a-Nova e de Vila Velha de Ródão, do Destacamento Territorial da GNR de Castelo Branco, do Comando Distrital de Operações de Socorro de Castelo Branco, dos Corpos de Bombeiros da Sertã, de Proença-a-Nova e de Vila Velha de Ródão, autoridades de saúde, sem as quais não seria possível a sua realização, tudo estava pronto, já com a presença das cerca de 160 equipas participantes.
Previamente havíamos dado conhecimento a todas as entidades envolvidas, dos percursos que iríamos percorrer. Perante a situação de Alerta, face aos riscos de incêndio, não obtivemos qualquer objecção por parte de nenhuma das Câmaras Municipais envolvidas na realização da prova, porque não estavam em espaços florestais definidos em qualquer dos planos Municipais dos Concelhos em causa.
Tinhamos todas as autorizações emitidas pelas autoridades competentes, com especial destaque para o “Plano de Operações Distrital – Operação Baja TT do Pinhal 2020”, emitido pelo Comando Distrital de Operações de Socorro de Castelo Branco, aprovado e homologado pelo Comandante Operacional Nacional de Emergência e Protecção Civil, que nos foi entregue ontem, dia 11 de Setembro.
Face a todas estas situações, e porque estavam reunidas as condições e com a anuência de todas as entidades e autoridades competentes envolvidas, iniciámos a competição, com a entrega de materiais e documentos aos participante, após o que fomos surpreendidos com uma reportagem televisiva, na qual, o Ministro da Administração Interna, na sequência do prolongamento da situação de Alerta, face aos riscos de incêndio, até ao dia 13 de Setembro, se dirige à comunicação Social e expressamente refere a proibição “… de prova de automobilismo na região de Castelo Branco, e que foi já transmitido aos organizadores, …”, o que não corresponde à verdade.

Acatámos tal proibição neste contexto informal, por não querer por em causa as várias entidades envolvidas e aguardámos que a mesma nos fosse notificada. Nesta nossa decisão tivemos a solidariedade das entidades envolvidas e supra identificadas.
Lamentavelmente, até ao momento, mais de 24 horas depois, não chegou à “Escuderia Castelo Branco”, qualquer comunicação ou notificação sobre a proibição da prova.
Resta-nos agradecer aos concorrentes, aos amigos do desporto motorizado, e às populações envolvidas, que fizeram questão de nos expressar o seu apoio e solidariedade.
Pela nossa parte, não compreendemos como se proíbe a realização de uma competição, numa intervenção para a Comunicação Social.
Face a tudo isto, com o transtorno que esta situação determinou para nós, enquanto organizador e para as entidades e participantes envolvidos, alguns vindos de várias partes do mundo, tudo faremos para minimizar esta lamentável situação, estando a desenvolver o trabalho necessário e iremos realizar a competição no próximo fim de semana, dias 19 e 20 de Setembro, esperando de todos a melhor compreensão, que desde já agradecemos.
Castelo Branco, 12 de Setembro de 2020
A Comissão Organizadora

4 comentários

  1. Rui Sousa

    12 Setembro, 2020 at 23:49

    Esta lei do risco de incêndio é do mais estúpido que existe.
    Quem organiza actividades ao ar livre, que podem representar um ano de trabalho na sua preparação, fica sempre dependente de uma previsão que só é conhecida poucas horas antes.
    Uma vez tinha marcada uma volta de bicicleta, organizada por um pequeno clube local, com uns 10-15 participantes, que teve de ser cancelada por causa do risco de incêndio. Nesse dia à tarde, começam a circular pelo Facebook fotos de um passeio TT no mesmo local, organizado por um clube de projecção nacional. Possivelmente fizeram a actividade sem pedir parecer, que é a melhor opção para lidar com esta lei.

  2. Mcrae

    12 Setembro, 2020 at 23:49

    Realmente lamentável, vergonhoso!

  3. jose melo

    13 Setembro, 2020 at 9:01

    Deste ministro alguém espera alguma coisa que tenha bom senso? É um homem inebriado pelo poder, o que releva claramente a sua incompetência.

  4. cumartins89gmail-com

    14 Setembro, 2020 at 15:52

    Este governo, e pior o seu representante do desporto, tem vindo a decretar medidas e normas (talvez influência das teses políticas da esquerda extremista) que colocam constantes barreiras no planeamento e organização de provas motorizadas.

Deixe aqui o seu comentário

últimas CPTT -CAMPEONATO PORTUGAL TODO TERRENO
últimas Autosport