Alejandro Martins: “Taça Ibérica tem quatro corridas, são todas cumpridas, e cancelam-na…”

Por a 20 Novembro 2020 19:33

“tinha como principal objetivo para esta corrida conquistar o título de Campeão Ibérico. Mas, surpreendentemente recebemos a informação que a Taça Ibérica foi anulada devido ao Covid-19. A questão que levantamos é: a Taça Ibérica tem quatro corridas que foram todas cumpridas e acabam por a cancelar. Em relação ao Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno estavam previstas sete corridas e só se fizeram cinco. No entanto, foi possível consagrar um Campeão Nacional. É esta a reflexão que eu quero deixar. Eu estava na frente da Taça Ibérica com 70 pontos e tinha fortes hipóteses de ser campeão. Todavia, com esta situação a nossa meta já não pode ser cumprida. No entanto, parto para esta prova com o objetivo de vencer”, salientou Alejandro Martins.

A Baja Dehesa Extremadura será composta por duas etapas. A primeira compreende um prólogo e dois setores seletivos e no segundo dia disputa-se um troço de 150 quilómetros.

Alejandro Martins, navegado por José Marques, disputa este fim-de-semana a Baja Dehesa Extremadura, que tem o seu centro nevrálgico em Badajoz tendo como objetivo vencer a corrida fechando esta temporada de 2020 com um triunfo além-fronteiras. De fora teve de ficar a luta pelo título de Campeão Ibérico onde ocupava a primeira posição. Aos comandos de um Mini John Cooper Works Rally da X-Raid, assistido pela MRacing, o piloto da AM48 viu a pandemia do Covid-19 anular a Taça Ibérica retirando-lhe a hipótese de reconquistar um título que já tinha alcançado em 2018.

Neste ano atípico marcado pela pandemia, Alejandro Martins mostrou-se desapontado com a decisão tomada, mas ainda assim reforçou a intenção de vencer a corrida espanhola: “tinha como principal objetivo para esta corrida conquistar o título de Campeão Ibérico. Mas, surpreendentemente recebemos a informação que a Taça Ibérica foi anulada devido ao Covid-19. A questão que levantamos é: a Taça Ibérica tem quatro corridas que foram todas cumpridas e acabam por a cancelar. Em relação ao Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno estavam previstas sete corridas e só se fizeram cinco. No entanto, foi possível consagrar um Campeão Nacional. É esta a reflexão que eu quero deixar. Eu estava na frente da Taça Ibérica com 70 pontos e tinha fortes hipóteses de ser campeão. Todavia, com esta situação a nossa meta já não pode ser cumprida. No entanto, parto para esta prova com o objetivo de vencer”, salientou Alejandro Martins.

A Baja Dehesa Extremadura será composta por duas etapas. A primeira compreende um prólogo e dois setores seletivos e no segundo dia disputa-se um troço de 150 quilómetros.

Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
últimas CPTT -CAMPEONATO PORTUGAL TODO TERRENO
últimas Autosport
cntt-campeonato-nacional-todo-terreno
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x