24 Horas de Le Mans, Filipe Albuquerque: “Temos de evitar todos os percalços..." - AutoSport - AutoSport

24 Horas de Le Mans, Filipe Albuquerque: “Temos de evitar todos os percalços…”

Por a 13 Junho 2018 14:52

Filipe Albuquerque é um dos nomes em destaque em Le Mans. Esta é a quinta participação a mítica prova de endurance, numa fase é quem é reconhecido como um dos melhores pilotos de endurance do mundo. Nas quatro participações anteriores, exibiu-se em grande nível embora nem sempre a sorte tenha estado do seu lado. Chega a esta edição com a motivação em alta depois do que viu nos teste: “O balanço dos testes é muito positivo. Senti uma grande evolução no carro em relação ao ano passado. Estou contente e tenho a noção que poderia ter feito ainda melhor. Claro que os outros também podem ter ainda alguma performance no bolso, mas para já temos ainda de analisar bem os dados, pois é quase como se tivéssemos um carro novo, enquanto que os Oreca são os mesmos do ano passado. Acho que vamos estar muito mais próximos deles, muito mais até do que estava à espera.“

Embora muito mais otimista do que no ano passado, Albuquerque admite que os Oreca ainda estão ligeiramente à frente: “Vamos ter um pequeno handicap em relação aos Oreca na minha opinião. Claro que ainda há muito potencial a tirar do carro e vamos analisar bem a telemetria. Mas a corrida é muito longa e acontece muita coisa. No ano passado fomos quatro segundos mais lentos que toda a gente e conseguimos terminar em quarto. Foi uma corrida perfeita da nossa parte. Se fizermos uma corrida igual à do ano passado, ganhamos.”

Quanto ao segredo para o sucesso em Le Mans? Albuquerque dá a receita: Temos de evitar todos os percalços da corrida. Embora tenha cada vez mais escapatórias, continua a ser um citadino, com os rails próximos e com velocidades muito altas. Uma indecisão com um GT pode deitar tudo a perder. É tudo muito no limite e não há margem para erros. A minha experiência diz que só me posso preocupar com o que posso controlar. Eu só tenho de garantir que quando estou dentro do carro, sou o mais rápido, evitando sempre os erros e fugindo das ratoeiras, como tenho conseguido até agora, embora saiba que nem sempre é possível.

Quanto à mudança nas curvas Porsche, o piloto não ficou agradado, mas entende a necessidade da mudança: Compreendo a parte da segurança, mas penso que descaracteriza a pista e até tive dificuldades, pois sem os muros perdi algumas referências. Perdemos a sensação que estamos numa montanha russo e agora os erros não se pagam tão caro. É um bocado como as plásticas… pode ficar melhor, mas perde-se a identidade.

Da nossa parte resta desejar a melhor das sortes ao Filipe e fica um pedido… traz lá o caneco, que já mereces.

Visualizou de 4 artigos abertos

O AutoSport limitou a 4, o número de artigos
que poderá ler sem fazer login
Para continuar a ler livremente
os artigos AutoSport,
por favor faça login aqui
Caso não esteja ainda registado,
faça agora aqui o seu
registo gratuito
  • Não é possível alterar o nome de utilizador.

    Deixe um comentário

    Please Login to comment
      Subscribe  
    Notify of
    últimas Sapo
    últimas Autosport
    AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/motosport.png