/ralis/wrc/wrc-rali-da-acropole-grecia-o-mosteiro-da-santa-trindade/
WRC, Rali da Acrópole/Grécia: O Mosteiro da Santa Trindade | AutoSport
 

WRC, Rali da Acrópole/Grécia: O Mosteiro da Santa Trindade


Não é por acaso que a maior parte dos ralis do mundial, hoje em dia, são associados a zonas que os promotores turísticos de cada país têm interesse que sejam vistas. A realização das super especiais do Rali de Portugal, em Lisboa junto ao Mosteiro dos Jerónimos, no Porto nos Aliados ou Coimbra, numa zona altamente turística e com grande décor, são um bom exemplo, mas longe de ser o único.
Nascido numa altura em que o ‘marketing’ das provas já era pensado para levar os concorrentes a locais de interesse turístico, há muito que o Rali da Grécia passa por locais com grande história, cujo expoente máximo é a Acrópole, que dá o nome à prova. Mais há mais.
É o caso da Santa Trindade, um mosteiro ortodoxo situado em Meteora, na Grécia central, construído em 1476, que já serviu de palco, inclusivamente, para cenas dum filme de 007, em 1981, ‘Missão Ultra-Secreta’, e que oferece um ‘décor’ único e imediatamente associado ao Rali da Grécia, numa especial presente na prova desde o seu início em 1973. Os seus tesouros são únicos e o espólio não é maior porque nunca foi recuperado o que desapareceu durante a 2ª Guerra Mundial. Na foto, o Peugeot 205 Turbo 16 de Timo Salonen está perfeitamente bem enquadrado pelo Mosteiro da Santa Trindade, erigido sobre um enorme rochedo, e que permitia um isolamento seguro aos seus monges.