‘Estórias’ do Rali de Portugal, Miki Biasion: Três ‘seguidas’ só mesmo ele…


Miki Biasion ainda hoje tem o recorde de três vitórias consecutivas em Portugal, e até hoje, apesar de alguns ‘arrufos’ de Armindo Araújo e Sébastien Ogier, ninguém mais repetiu o feito. Pelos vistos, a prova portuguesa encaixava bem no teu perfil de pilotagem do simpático italiano: “O Rali de Portugal sempre foi um nos meus favoritos, sentindo, desde a primeira vez, um ‘feeling’ muito bom.

Gostava muito dos troços de asfalto da primeira etapa, não só dos de Sintra mas de todos os outros que nos levavam até à Póvoa do Varzim.
Outro aspeto importante tinha a ver com o facto de eu ser um piloto muito rápido no nevoeiro, que era presença habitual no rali, especialmente naqueles troços madrugadores de Arganil e, por isso, acabava por ser também competitivo nas secções de terra.

Uma das melhores memórias que guardo de Portugal aconteceu em 1985, quando conduzia o Lancia 037 do Jolly Club e lutei com o Timo Salonen no Peugeot e com o Walter Röhrl no Audi.
Terminei em segundo, contra carros de tração integral e esse foi um dos resultados que maior satisfação me deu ao longo da minha carreira. Fiz muitos amigos em Portugal, em Arganil, no Piódão, no Porto, na Póvoa do Varzim. Gostava verdadeiramente do rali mas também das pessoas que conheci ao longo dos anos em que participei na prova portuguesa.