WRC: O que as equipas pensam delas próprias…

Por a 11 Outubro 2018 13:18

Numa altura em que se aproximam as últimas duas provas do WRC 2018, parece-nos uma boa oportunidade para descobrir o que as equipas do WRC pensam sobre si mesmas deste ano de 2018. Obviamente que são os ‘pensamentos’ possíveis, mas ainda assim há dados interessantes…

O Diretor da Citroën Racing Team, Pierre Budar, admite que um dos atuais problemas da sua equipa tem a ver com o facto de não lutarem na frente com maior consistência. No que diz respeito à formação de sua equipa, a recente contratação de Sebastien Ogier, diz tudo o resto que precisávamos de saber. Em relação à estrutura e espírito da própria equipa, houve muitas mudanças de alto a baixo e as coisas estão agora a estabelecer-se, a pouco e pouco.

Na M-Sport, as questões foram respondidas através do departamento de relações públicas, que disse que o Ford Fiesta WRC sempre teve um bom chassis, com boa dirigibilidade. Quanto aos pilotos, dois dos atuais três pilotos são vencedores de provas do WRC, enquanto o mais jovem, Teemu Suninen, é um dos mais promissores pilotos de futuro. Quanto ao espírito da equipa, não importa quais desafios sejam enfrentados, a determinação em dar 110 por cento permanece este ano apesar do recente comentário de Malcolm Wilson de que “todas as opções estão em aberto, até mesmo deixar o WRC em 2019”.

O diretor da equipa Hyundai Motorsport WRC, Alain Pernasse, falou sobre os carros, dizendo que têm a velocidade e a capacidade de obter bons resultados. O ponto fraco é que a oposição também é muito forte! Admite que o seu carro não esteve no ritmo na Córsega, devido à falta de testes, e o conceito deste não é realmente muito adequado a essas estradas, um ponto fraco que já é conhecido e que está relacionado com a altura do chassis e da maior distância entre eixos do que os carros dos outros concorrentes.
Em relação ao line-up de pilotos, toda a programação é um compromisso. Andreas Mikkelsen tem sido pouco azarado este ano, por causa de todos os problemas técnicos que teve. A partilhada de carro entre (Hayden) Paddon e (Dani) Sordo funcionou muito bem. Foi uma boa ideia. E continuam a ser favoráveis a algo semelhante no próximo ano.

O Diretor da Toyota Gazoo Rally, Kaj Lindstrom, disse que o lado positivo é que o seu carro é forte e, portanto, confiável. O maior sucesso deste ano tem sido a capacidade de resolver o sobre aquecimento em condições de muito calor. Quanto à formação da equipa, os três pilotos já ganharam provas com os Toyota Yaris WRC. Em relação à equipa, há um bom espírito nesta segunda temporada, mas ainda estão todos a aprender!

Martin Holmes

Auto avaliação…

Visualizou de 4 artigos abertos

O AutoSport limitou a 4, o número de artigos
que poderá ler sem fazer login
Para continuar a ler livremente
os artigos AutoSport,
por favor faça login aqui
Caso não esteja ainda registado,
faça agora aqui o seu
registo gratuito
  • Não é possível alterar o nome de utilizador.

    4
    Deixe um comentário

    Please Login to comment
    3 Comment threads
    1 Thread replies
    4 Followers
     
    Most reacted comment
    Hottest comment thread
    4 Comment authors
    KankkunenfanG-rod_djZeJoão Bernardo Recent comment authors
      Subscribe  
    Notify of
    obernardo93
    Membro
    obernardo93

    a Toyota tem sido uma das equipas mais consistentes em relação a todos os membros lá na frente e ainda poderá ser campeã este ano, com o clima a ficar mais frio poderão ter benefícios, mas se não for desta acredito que para o ano será campeã

    jpze
    Membro
    jpze

    Até hoje ainda não percebi o comentário do M Wilson, então a Ford Perfomance, quando o Ogier saiu, veio dizer oficialmente que tem toda a confiança na M-Sport e no seu Fiesta e que iam estar novamente na luta nos próximos anos e depois o chefe da M-Sport vem dizer aquilo? Ou será uma ameaça para ver se a Ford dá mais??

    g-rod
    Membro
    g-rod

    A mim parece-me política pura! para conseguir mais algum!

    Kankkunenfan
    Membro

    “todas as opções estão em aberto, até mesmo deixar o WRC em 2019”. M-Sport e o WRC não mereciam isto.

    últimas Ralis
    últimas Autosport
    AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/motosport.png