WRC, Hayden Paddon: “Não vou deixar que 20 anos de trabalho tenham sido em vão”

Por a 6 Setembro 2017 18:10

Hayden Paddon vai ficar de fora do Rali da Catalunha e volta para as duas últimas provas do WRC não sendo líquido quanto ao line up da Hyundai em 2018. Suspeita-se que Dani Sordo e Paddon se dividam nas restantes provas, e o que pode ‘salvar’ Paddon é o facto de Sordo já não ter muito futuro no WRC: “É claro que estou desapontado com esta decisão, mas aceito que temos tido um mau ano (por muitas razões) e esta é a realidade nua e crua do desporto profissional. Mas não vamos desistir, temos contrato para 2018 e temos mais alguns ralis este ano para mostrar do que somos capazes. Esta situação só me vai fazer ‘reacender o fogo’ e não vou deixar que 20 anos de trabalho árduo, lágrimas, e muitos sacrifícios, meus e de pessoas à minha volta tenham sido em vão devido a algumas más provas” escreveu Paddon no mural da sua rede social Facebook..

Na verdade, desde o trágico acidente do Rali de Monte Carlo, que Hayden Paddon não parece o mesmo, Michel Nandan o seu chefe de equipa confessou-nos no Rali de Portugal que o piloto neozelandês continuava afetado pelo acidente, que se reflete instintivamente na sua mente. Na telemetria é fácil, a quem de direito perceber que Paddon tira o pé quando antes o mantinha a fundo. Quem viu o que estava a fazer o ano passado, sabe que ‘aquele’ piloto não desapareceu de repente, e se calhar vai fazer-lhe bem este ‘abanão’ psicológico. Obriga-o a reagir. Não nos admirávamos que vencesse o Rali da Austrália… por ‘raiva’.

Visualizou de 4 artigos abertos

O AutoSport limitou a 4, o número de artigos
que poderá ler sem fazer login
Para continuar a ler livremente
os artigos AutoSport,
por favor faça login aqui
Caso não esteja ainda registado,
faça agora aqui o seu
registo gratuito
  • Não é possível alterar o nome de utilizador.

    Deixe um comentário

    1 Comentário em "WRC, Hayden Paddon: “Não vou deixar que 20 anos de trabalho tenham sido em vão”"

      Subscribe  
    Notify of
    joseaalves
    Membro
    A estratégia até nem é má, quanto á forma, isso deixa muito a desejar,não tem qualquer semelhança com quem quer ser campeão.Falta a alma e o estimulo, os campeões TÊM, os candidatos por vezes confundem a fome com a vontade comer. Que é um piloto de excelência, isso é. Pode estar afectado pelo acidente, sim, quem não ficaria? Demora mais que o previsto para voltar, pode até ser, mas o depois é sempre diferente do antes; é um pouco parecido com o piloto campeão e que também passou a ser Pai. O campeonato ou a prova seguinte será sempre algo… Ler mais »
    últimas Ralis
    últimas Autosport
    AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/motosport.png