Porque é que a vitória de Kris Meeke foi boa para o WRC

Por a 17 Março 2017 08:48

Ao vencer o Rali do México Kris Meeke como que ‘deu a volta’ na sua temporada no WRC, que até ali estava a ser um completo desastre. E a própria prova centro americana quase ela ia também resultando em novo fracasso com aquela incursão por fora estrada na derradeira ‘Power Stage’. Foi uma emoção sobre a meta que muito poucos argumentistas se atreveriam a colocar no guião. Uma reunião de fatores contribuiu para isso. Aquele ponto do troço de El Brinco, com uma lomba sobre uma curva contribuiu para que Meeke perdesse o controlo do seu Citroën naquele ponto da especial. “Cinco direita mais para salto, aperta…”, gritou Paul Nagle no ‘cockpit’ do C3 WRC que saiu em frente e já não descreveu a curva. “Jesus Kris…”, desabafou o co-piloto de Meeke enquanto o Citroën fazia corta-mato. “Como é que saímos daqui?” perguntou o piloto irlandês.

Os momentos descritos, porque transmitidos em direto, deram outra dimensão ao Campeonato do Mundo de Ralis, porque não há muitos imprevistos com tanta amplitude quanto aqueles que acontecem a quem lidera o rali. E destas coisas que o WRC, como outras disciplinas do automobilismo, precisa. Mesmo que o ‘staff’ da Citroën dispense sofrer tanto como naqueles segundos que se seguiram à saída de estrada de Kris Meeke. Sendo que o triunfo do britânico merece uma análise em relação aquilo que significou em termos da própria competição. O Citroën C3 WRC mostrou que afinal pode ser um carro ganhador no ‘clube’ da nova geração de carros WRC, que agora passa a ter três membros, ficando por saber se na Córsega (entre 6 e 9 de abril) será possível vermos o Hyundai i20 coupé WRC vencer também. Seria o melhor dos cenários pois todos os construtores teriam assim conhecido o sabor do êxito deixando antever o melhor ano de WRC da última década.

Deixe um comentário

4 Comentários em "Porque é que a vitória de Kris Meeke foi boa para o WRC"

an27121614
Membro

também gostava que a hyundai ganhasse no próximo rally, já mostrando que também tem um bom carro, e um bom piloto que é Thierry Neuville

blurr
Membro

Odeio comentar sobre erros mas atenção ao texto pessoal. Torna-se difícil perceber.

kankkunenfan
Membro

México é perito nestes casos. Titanak em 2015, car parking gymkhana perto do final da Power Stage em 2017. Imagino o que venha em 2019.

carlos-moco
Membro

Seria excelente para o mundial de rallyes que a Hyundai ganhasse o próximo rallye. Seriam 4 carros a vencer 4 provas. Por outro lado parece-me um rallye mesmo á medida do Ogier. Corre em casa, digamos assim e é muito regular, sendo o Ford, ao que julgo saber, um carro muito equilibrado para este tipo de provas em asfalto. Portanto, força Neuville…

últimas Ralis
últimas Autosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/motosport.png