Rali Vinho Madeira: Miguel Nunes isolou-se no campeonato

Por a 10 Agosto 2020 16:56

A disputa da classificação geral absoluta do Rali Vinho Madeira foi dominada pelos concorrentes locais e, como tal, ditou também a história do evento para o campeonato local. A performance de Miguel Nunes, Alexandre Camacho, Pedro Paixão e João Silva permitiu, contudo, que Miguel Nunes mantenha a liderança do CMR mas que agora disponha de mais do dobro dos pontos dos pilotos que o seguem na tabela classificativa.
Excelente prova realizou Filipe Freitas com um exigente Porsche 997 GT3 que ainda atrasou o piloto com problemas de embraiagem, entretanto substituída. Freitas foi o quarto melhor entre os pilotos regionais e consegue ser nesta fase o segundo no campeonato. Para além de rodar isolado no topo do grupo RC2N, Filipe Pires também esteve sempre na luta pelo “quinto lugar madeirense”, posição em que veio a cortar a meta e cujos pontos lhe permitem ocupar o último lugar momentâneo da competição insular.
Vítor Sá e Rui Jorge Fernandes foram autores dum duelo (ler em separado) pela sexta posição entre os locais que acabou favorável a Sá. O resultado de ambos permite-lhes um lugar no top ten instantâneo do campeonato. Nesta competição o oitavo foi António Dias, piloto continental que considera, caso reúna mais alguns apoios, disputar a totalidade da temporada madeirense. Após a desistência na Calheta, José Camacho levou o seu Peugeot 208 T16 ao nono posto regional.
André Silva fechou o lote dos dez primeiros classificados com o Peugeot 208 R2 com que se superiorizou claramente no confronto pelo triunfo no grupo RC4 com Miguel Caires que tripula um Ford Fiesta R2T. Pelo meio quedou-se Luis Serrado num mais potente Renault Clio R3T e, logo atrás, João Ferreira, regressado este ano à competição com um menos atual Citroën C2 R2. O campeonato da Madeira regressa à estrada a 25 de setembro com o Rali da Ribeira Brava.

Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas CRM
últimas Autosport