Rali de Portugal: Em quem meter o ‘dinheiro’?

Por a 16 Maio 2018 18:50

Arranca amanhã o Vodafone Rally de Portugal, competição que, quando à luta pelo triunfo se antevê muito aberta. Numa prova que teve três vencedores diferentes nos últimos três anos, há um favorito óbvio, mas sendo verdade que Sébastien Ogier parte com melhores ‘odds’ nas casas de apostas, não é um exercício fácil antever um possível vencedor.

Por isso, e tal como diz o ditado “não lhes dês peixe, ensina-os a pescar” aqui fica o ‘Estado da Nação’, sendo certo que a lista de potenciais vencedores é grande, embora, como sempre, os ralis tenham sempre muitas pedras no caminho para todos. Resta saber quem as ultrapassará melhor…

Começando por Sébastien Ogier, muito vai depender do tempo que vai perder no primeiro dia e da forma como os troços vão estar em termos de sujidade. O ano passado, nesta mesma prova, o francês era terceiro a 5.0s do líder ao cabo do primeiro dia, e se repetir o feito este ano, dificilmente perde o rali.

Mas para que isso suceda é preciso que o estado das classificativas seja semelhante, porque se rodar na frente, for este ano pior (basta que os troços tenham mais terra do que tinham o ano passado), o francês perde (em teoria) mais tempo e fica-lhe mais difícil recuperar. Por isso, atente-se no que devolve o primeiro dia.

Um dos pilotos que lhe pode dar bastante luta é Thierry Neuville, mas a verdade é que o belga nunca se deu bem em Portugal, para além de já ter confessado que não gosta da nossa prova. Será desta que ultrapassa isso?

Andreas Mikkelsen dominou o rali o ano passado no WRC2, até se despistar no último troço. Tem a vantagem de conhecer bem a prova, mas teima em encontrar a simbiose perfeita com o Hyundai i20 WRC este ano. Quando isso acontecer será claramente um candidato às vitórias. Pode vencer em Portugal? Sim, se ‘atinar’ desde cedo com as afinações do carro. E têm sido mais as vezes que isso não sucede do que o contrário…

Jari-Matti Latvala vive dias difíceis na Toyota! E já provou que é capaz do melhor e do pior em Portugal. Parece que a chegada de Ott Tanak não lhe terá feito muito bem, e as palavras que proferiu quando da confirmação da notícia de Tanak na Toyota, ao dizer que o estónio iria precisar de tempo para se adaptar à nova realidade, jogam agora contra si. A verdade é que Tanak tem sido, de longe, o melhor dos Toyota este ano.

O estónio chega a Portugal motivado pelo triunfo na Argentina e pelo que tem vindo a fazer este ano, tem que ser apontado como um dos principais candidatos à vitória, até porque a prova portuguesa é rápida e isso ‘joga’ bem com as características do Toyota Yaris de WRC, que é um carro muito refinado aerodinamicamente.

Esapekka Lappi estreou-se na equipa precisamente há um ano em Portugal e continua na curva ascendente de aprendizagem. Venceu na Finlândia, batendo Latvala, e tem possibilidades de fazer um bom rali, pois já começa a conhecer bem a nossa prova, ao contrário doutras do WRC, que ainda lhe são pouco familiares. Um pódio já seria um bom resultado.

Kris Meeke venceu em Portugal, em 2016, mas em condições bem diferentes das que enfrenta este ano. Apesar da sua posição na estrada ser semelhante, a carga psicológica é completamente diferente, pois agora está ‘obrigado’ a lutar para vencer, e isso nem sempre joga a seu favor. O melhor resultado que fez este ano foi um terceiro lugar no México, uma prova que o ano passado, venceu…

Dani Sordo quase sempre andou bem em Portugal, tem uma legião de aficionados a apoiá-lo, o que lhe dá motivação adicional, mas tem um questão curiosa, entre os quatro pilotos da Hyundai, foi o único não nomeado para pontuar (qualquer dos outros três pode pontuar, a marca ‘ganha’ os pontos dos dois melhores). Por um lado, pode querer mostrar a Michel Nandan que se equivocou na escolha, por outro, pode sentir-se desmotivado ao ter sido preterido por Hayden Paddon, piloto com muito menos rodagem este ano.

Elfyn Evans já não tem este ano o fator DMack… agora luta com armas iguais, para o bem e para o mal. Foi quinto na Córsega e sexto na Argentina, pelo que será por aí que aponta em Portugal.

Teemu Suninen estreou-se em Portugal em 2015, mas não voltou, até agora. Por isso terá mais dificuldades, pois corre pela primeira vez de WRC no nosso país. Nas três provas que fez de WRC o melhor que conseguiu foi um oitavo lugar na Suécia.

Craig Breen, depois de ter ficado duas provas a ver Sébastien Loeb correr, regressou na Argentina onde as coisas não lhe correram nada bem. Por isso chega a Portugal pressionado para fazer bem melhor. É um excelente piloto para garantir pontos, mas não tem ainda estofo para lutar pelas vitórias. De qualquer forma, um brilharete como na Suécia não está colocado de parte.

Mads Ostberg venceu em Portugal, em 2012, na secretaria, naquela que é a sua única vitória no WRC e terá em Portugal mais uma daquelas oportunidades de ouro para agarrar um lugar de piloto oficial numa equipa de fábrica. Já por lá andou, mas em tempo de ‘fartura’ de pilotos, acabou por ficar de fora. Hoje, é ‘suplente’ de luxo.

Hayden Paddon é um caso complicado. O que lhe sucedeu no Rali de Monte Carlo de 2017 afetou o piloto de tal forma, que depois de um ano de 2016 muito prometedor, está hoje em dia bem abaixo do que mostrou até essa altura. Num ano em que a Hyundai se teve de socorrer de Mikkelsen para conseguir mais consistência de resultados, divide com Sordo o terceiro carro (em Portugal correm ambos, pela primeira vez este ano), e por isso, se quiser manter-se no WRC, tem que ‘dar ao pedal’ e mostrar que pode voltar a ser o prometedor piloto que já foi. Se a falta de quilómetros poderá ter sido colmatada com as suas inúmeras incursões em ralis na sua terra natal, a forma como se encontram os seus níveis de confiança é uma das grande incógnitas deste Rali de Portugal.

O Rali de Portugal arranca amanhã. Saiba quem pode ganhar…

Visualizou de 4 artigos abertos

O AutoSport limitou a 4, o número de artigos
que poderá ler sem fazer login
Para continuar a ler livremente
os artigos AutoSport,
por favor faça login aqui
Caso não esteja ainda registado,
faça agora aqui o seu
registo gratuito
  • Não é possível alterar o nome de utilizador.

    Deixe um comentário

    Please Login to comment
      Subscribe  
    Notify of
    últimas Ralis
    últimas Autosport
    AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/motosport.png