Ralicross de Montalegre: Animação constante

Por a 17 Outubro 2020 21:25

O Circuito Internacional de Montalegre recebe este fim de semana a penúltima prova do PTRX – Campeonato de Portugal de Ralicross, Kartcross e Super Buggy 2020. A jornada promovida pelo Clube Automóvel de Vila Real reuniu cerca de seis dezenas de pilotos. Apesar de estarmos na recta final do Campeonato ainda nada está definido e há vários candidatos na discussão dos títulos.
Durante a tarde foram disputadas as sessões de treinos e as primeiras corridas de qualificação. A animação foi uma constante, infelizmente apenas presenciada pelos pilotos, elementos das assistências e organização, pois as medidas de contenção do COVID-19 obrigam a que as provas do Campeonato de Portugal de Ralicross, Kartcross e Super Buggy, o PTRX, sejam disputadas à porta fechada.
Fotos: GSI – Manuel Carvalho

Iniciação
Rafael Rêgo, em Peugeot 106, dominou com alguma margem de conforto as duas primeiras corridas de qualificação, deixando a indicação que ainda está na luta pelo título, que neste momento está “nas mãos” de André Monteiro (Toyota Corolla). O piloto do carro Japonês garantiu o segundo posto nas duas corridas e foi nesse lugar que terminou a qualificação deste primeiro dia. Rafaela Barbosa, cada vez mais adaptada ao Citroën AX, fechou o pódio deste sábado e ainda protagonizou um duelo interessante com André Monteiro, durante as primeiras voltas da segunda corrida. Gonçalo Novo (Toyota Starlet), Guilherme Nunes também em Starlet, mas de geração anterior e Gonçalo Rocha, aos comandos de um Peugeot 106 completaram, por esta ordem, a classificação de sábado.

Nacional 2 RM
José Artur (Peugeot 106) e Adão Pinto (Opel Astra) dividiram as vitórias nas duas primeiras corridas de qualificação. Mas nas contas finais o comando das operações ficou a cargo do piloto do Astra. Daniel Teixeira (Renault Clio), sempre regular nos lugares do pódio, acabou por garantir o segundo posto para a jornada de domingo, seguido de José Artur, que foi então terceiro. Andreia Sousa reservou o quarto posto e melhor entre as senhoras e Fernando Silva ao volante de um Seat Ibiza TDi fechou o Top Five.

Nacional A 1.6
Américo Sousa e Leandro Macedo, ambos em Citroën Saxo, dividiram e alternaram entre si, as duas primeiras posições na qualificação de sábado. Leonel Sampaio, atual líder do Campeonato garantiu o terceiro posto nas duas corridas e foi nessa posição que fechou as contas do dia. Vítor Sousa e Tiago Ferreira, terminaram o sábado em quarto e quinto, respetivamente.

Super 1600
António Sousa em Peugeot 208, conseguiu bisar nas duas primeiras corridas desta jornada transmontana e com isso assegurou o melhor registo. Os seguintes lugares do pódios tiveram diferentes protagonistas, tanto no final, como durante as corridas, um cenário que tem sido uma constante durante toda a temporada e que prova o nível competitivo desta classe. André Sousa (Peugeot 207) e Joaquim Machado (Peugeot 208), ocuparam desta forma, os dois restantes lugares do pódio.

Kartcross
Luís Almeida LBS RX01 venceu as duas corridas do primeiro dia, em Montalegre, o que lhe garantiu o comando das operações de uma grelha composta por duas dezenas de pilotos. Rui Nunes aos comando de um Semog Bravo reservou o segundo lugar de sábado e Alexandre Borges, igualmente em Semog Bravo, encerrou o pódio. João Pinheiro e Tiago Pinto, comandaram as operações entre os Iniciados e Rookies, respetivamente.
Ainda antes, nos treinos, Pedro Rosário (Semog Bravo) com um tempo de 00:39.3s garantiu o melhor tempo dos treinos e começou da melhor maneira a defesa da liderança do campeonato. Porém se fosse uma corrida quase seria necessário recorrer ao photo finish, isto porque Jorge Gonzaga (LBS RX01) ficou a apenas escassos sete décimos de segundo. Mas o ritmo não baixou para os lugares seguintes, isto porque até ao sexto posto, todos cumpriram tempos dentro do 00,39s. Por esta ordem, Luís Almeida, Rui Nunes, João Matias e Alexandre Borges.

Super Buggy
Esta categoria teve durante todo o sábado os mesmo protagonistas. Pedro Rabaço em Hsport TT venceu todos os embates. Nuno Godinho (Semog Buggy) e António Estêvão (CAN AM X3), completaram os dois seguintes lugares do pódio. Nos treinos, Pedro Rabaço aos comandos de um HSport TT liderou a sessão de treinos cronometrados com um tempo de 00:40.6s. Nuno Godinho em Semog Buggy ficou a 00:01.8s e garantiu o segundo lugar da grelha para a primeira corrida de qualificação da jornada transmontana. O espanhol Oscar Gomez (Semog 4X4), a 00:03.9s assinou o terceiro melhor crono.

Supercars
Na categoria mais “vitaminada” do PTRX, Joaquim Santos (Ford Focus), regressou da melhor maneira. Foi terceiro na primeira corrida e venceu a segunda, o que lhe garantiu o melhor lugar na contabilidade de sábado. José Lameiro (Skoda Fabia), que venceu a primeira corrida, andou sempre num duelo interessante com o Peugeot 206 de João Novo. O piloto de Aveiro acabou mesmo por levar a melhor na soma do dia, ficando Lameiro com o terceiro lugar. Daniel Pacheco e Frederico Santos, ambos em Mitsubishi Lancer, mas Pacheco com o Evo III e Santos com o VI, mais do que animar a Divisão 2, ainda conseguiram “meter-se na conversa” com os carros da Divisão 1, sobretudo Frederico Pacheco.

Deixe aqui o seu comentário

últimas MAIS MOTORES
últimas Autosport