Taça de Portugal Ralicross, Kartcross e Superbuggy correu-se em Mação

Por a 10 Novembro 2019 21:15

Realizou-se este fim de semana em Mação a Taça de Portugal Ralicross, Kartcross e Superbuggy, competição que marcou o final de época do Off Road.

Iniciação

Rafael Rego, piloto que efetuava a sua primeira prova oficial no ralicross, depois de se ter estreado em Baltar na prova de suporte, dominou por completo as duas corridas de qualificação. Gonçalo Novo, no seu Toyota Starlet tentou ao máximo acompanhar o ritmo de Rafael Rego, mas para a decisiva final um bom arranque deste último, colocou-o na primeira posição e apesar de ter sempre Gonçalo Novo a persegui-lo, levou a melhor face ao piloto da Motofil.

2RM
Nas 2RM, domínio completo de João Novo, num evento que teve como mais direto adversário, Adão Pinto, no seu Opel Astra. Esta categoria contou com mais três regressos esporádicos, com Ricardo Mendonça no Peugeot 306 a fazer dois terceiros lugares nas qualificações e uma final mais azarada que o deixou na quarta posição. Contou também com Mário Barbosa, o piloto da Compincar assíduo no Europeu de RX, que veio a Mação em modo diversão com um Citroën AX. Numa final com alguma emoção, João Novo assumiu a liderança e venceu, sempre muito pressionado por Adão Pinto. Grande surpresa nesta final foi Vítor Mendes, um piloto conceituado no Off-road que terminou na terceira posição.

Nacional 1.6A

Esta divisão foi dominada por Pedro Tiago, que venceu as duas mangas de qualificação e a final. Esta teve duas partidas devido ao acidente de Leonel Sampaio. Após o segundo arranque, Pedro Tiago dominou por completo conseguindo mais uma vitória nesta época. Leandro Macedo foi o seu mais direto adversário, conseguindo o segundo lugar. Tiago Ferreira, depois de um fim de semana com alguns problemas mecânicos, foi recompensado com um terceiro lugar. Leonel Sampaio, depois de ter capotado na primeira partida e com o carro cheio de mazelas consegui ainda terminar em quarto. Jorge Costela foi o último a cortar a meta, no quinto posto. Luís Morais foi um dos azarados pois quando rodava no terceiro lugar, uma transmissão cedeu.

Super1600

Uma das divisões mais emotivas do fim de semana. Na final, João Ribeiro realizou uma corrida de trás para a frente e venceu. Após o arranque, Bruno Gonçalves rodou na frente, com João Ribeiro na segunda posição e depois de muita confusão atrás destes, António Sousa foi o mais prejudicado, pois ficou parado após sofrer alguns toques. No meio da confusão, José Queirós conseguiu passar incólume e terminou na terceira posição. Hélder Ribeiro e João Novo, também envolvidos nos incidentes, terminam na quarta e quinta posições, respetivamente.

SuperBuggy

Na final, Ricardo Faria fez um excelente arranque, facto que o levou à primeira posição, com Paulo Godinho na ‘sua’ traseira, com os dois pilotos a disputar a primeira posição até a bandeira de xadrez, com Paulo Godinho a vencer apenas 0.05s na frente do seu adversário, Ricardo Faria. As restantes posições da corrida foram ocupadas por Nélson Barata, Manuel Guerreiro e Miguel Ferreira.

Kartcross

Na divisão com mais concorrentes, na final as expectativas eram altas para todos os pilotos, mas alguns incidentes logo na primeira curva levaram alguns pilotos a ficar pelo caminho de imediato, deixando o lugar mais alto do pódio para Alexandre Borges, seguido de Rui Nunes e Daniela Godinho.

Deixe um comentário

Please Login to comment
  Subscribe  
Notify of
últimas CN RALLYCROSS
últimas Autosport