Lembra-se de: David Luz foi Campeão do Mundo… há 10 anos!


David Luz sagra-se Campeão do Mundo! Foi o título que colocámos no site do AutoSport há 10 anos, de um piloto que muito prometia, mas que teve o azar de despontar numa fase muito complicada para a economia mundial.

A este nível, quando lá fora chove, cá em Portugal troveja, e o David da Luz, que foi o vencedor em 2009 da Taça do Mundo FIA de KF2, caiu ocmpletamente no esquecimento.

Foi o primeiro, e depois dele, mais ninguém conseguiu um título Mundial em Portugal. David Luz ainda tentou na altura rumar à Fórmula 3, chegou a testar, mas não conseguiu reunir apoios para correr na F3 e parou logo ali. Regressou ao Campeonato Nacional de Karting em 2013, mas no final desse ano parou e não mais se ouviu falar dele.
Mas nós não esquecemos que deu um título Mundial a Portugal.

Noutra altura, poderia ter tido outra sorte. Na altura correu e bateu pilotos como por exemplo Oliver Rowland, Stoffel Vandoorne, etc…

Fique com o texto que escrevemos na altura:

David Luz é o novo Campeão do Mundo da categoria KF2 (ex-Intercontinental A), título conquistado, no passado domingo, no circuito espanhol de Alcañiz, onde alinharam 80 pilotos.
O jovem piloto de 15 anos, natural de Palmela, é o primeiro português a conseguir tal feito. “Ainda não acredito! Sabia que podia lutar pelo pódio, mas não esperava este resultado, pois é o primeiro ano que estou a competir na categoria KF2 e conseguir logo um título de Campeão do Mundo… Deixa-me sem palavras!”.
Na final, reservada a 34 pilotos, David Luz, aos comandos do seu habitual kart equipado com chassis Zanardi e motor Parilla, largou da sétima posição e a três voltas do final conseguiu ‘colar-se’ aos italianos Brandon Maisano e Tiene Felice, os dois primeiros classificados, para depois, na última volta, os conseguir ultrapassar e a ser o primeiro a ver a bandeira xadrez.
O hino nacional voltou assim a fazer-se ouvir nas grandes competições de Karting, algo que já não acontecia desde 2000, altura em que Álvaro Parente conquistou o título europeu da categoria Júnior. Agora… até onde pode chegar esta nova estrela nacional?


A lado nenhum, sabe-se hoje. É uma pena, tantos talentos perdidos pelo caminho.