Marcus Ericcson: “O dedo escorregou e não carreguei no botão”

Por a 11 Julho 2018 13:27

Pela primeira vez, em Silverstone, uma das três zonas de DRS compreendia duas curvas, as duas primeiras, o que na prática permitia que os pilotos pudessem realizá-las com o dispositivo accionado durante a qualificação e sempre que estivessem a menos de um segundo de um carro na zona de deteção durante a corrida.

Praticamente todos os pilotos experimentaram efecutar as duas primeiras curvas com o DRS aberto, mas poucos ganharam com isso, tendo sido escassos, para lá dos da Red Bull,  os que utilizaram o estratagema durante a qualificação.

A estratégia mais usual passava por, sem levantar o pé, desligar o DSR manualmente na entrada para a Curva 1 voltar a ligá-lo manualmente depois da Curva 2. No entanto, dois pilotos foram apanhados pela situação, acabando por protagonizar dois acidentes violentos.

Primeiro foi Romain Grosjean, que durante a primeira sessão de treinos-livres, segundo o próprio, devido aos muito ressaltos na entrada da Curva 1 não conseguiu carregar no botão para desligar o DRS, saindo de pista a alta velocidade para encontrar as barreiras de pneus.

O seu Haas ficou bastante danificado, obrigando a equipa norte-americana a recorrer ao chassis de reserva, o que implicou que o francês falhasse a segunda sessão de treinos-livres.

Durante a corrida, Marcus Ericsson, que lutava por poder chegar aos pontos, na trigésima primeira volta, foi vítima de uma situação semelhante ao tentar encontrar forma de pressionar Sérgio Pérez. “Estava atrás do Checo (Pérez) e quando estamos a lutar e estamos numa zona de DRS queremos desligá-lo o mais tarde possível e ligá-lo o mais cedo possível. Depois do incidente, não tinha a certeza se tinha sido um problema ou não, mas analisámos os dados e parece que… O botão está na parte de trás do meu volante e a entrada tem muitos ressaltos e vamos ao corrector, penso que o dedo me escorregou e não carreguei no botão.

No fundo, entrei na curva com o DRS aberto e, nessa situação, somos apenas um passageiro quando o carro entra na curva, foi por isso que aconteceu”, afirmou o piloto da Alfa Romeo Sauber.

Ainda antes do início da primeira sessão de treinos-livres, foram diversos os pilotos que insurgiram contra a situação, sendo pouco provável que a FIA volte a realizar zonas de DRS que compreendam curvas.

2
Deixe um comentário

Please Login to comment
  Subscribe  
Notify of
augustto01hotmail-com
Membro
augustto01hotmail-com

Pilotin medíocre esse tal de Ericsson.

jaguar-r1
Membro
jaguar-r1

Realmente com aquelas luvas não deve dar muito jeito ter que carregar em tantos botões.

últimas F1
últimas Autosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/motosport.png