GP Brasil F1, Sebastian Vettel: “Estou feliz pela equipa…”

Por a 12 Novembro 2017 19:08

Sebastian Vettel já não vencia desde o GP da Hungria de F1, e hoje aproveitou bem a ‘ausência’ de Lewis Hamilton da frente da corrida para bater um ‘morno’ Valtteri Bottas no arranque, partindo desde aí para uma vitória que foi mais fácil do que pareceu, pois o alemão da Ferrari limitou-se a controlar o andamento do piloto da Mercedes.

O único frisson deu-se aquando da mudança de pneus, com o alemão da Ferrari a sair uns metros na frente do finlandês, desbravando aí o caminho para o triunfo: “A partida foi crucial e depois disso foi ‘só’ meter o pé em baixo. Dei tudo para aumentar um pouco a diferença e a partir daí passei a controlar a corrida. Estou muito feliz por todas as pessoas da equipa em Maranello pois sei o que eles têm trabalhado duro e como todos temos tido semanas bem difíceis. Por tudo isso é muito bom o que conseguimos hoje com os dois carros no pódio”, disse.

A Ferrari colocou dois carros no pódio e atenuou um pouco o sofrimento das últimas semanas

Visualizou de 4 artigos abertos

O AutoSport limitou a 4, o número de artigos
que poderá ler sem fazer login
Para continuar a ler livremente
os artigos AutoSport,
por favor faça login aqui
Caso não esteja ainda registado,
faça agora aqui o seu
registo gratuito
  • Não é possível alterar o nome de utilizador.

    3
    Deixe um comentário

    Please Login to comment
    1 Comment threads
    2 Thread replies
    0 Followers
     
    Most reacted comment
    Hottest comment thread
    3 Comment authors
    rodríguezbrmso23101706anotheruser Recent comment authors
      Subscribe  
    Notify of
    tis but a scratch
    Membro
    tis but a scratch

    Não se compreende a diferença de andamento tão díspar entre Bottas e Hamilton.
    Será que o Hamilton testou assim tanta coisa para 2018, a ponto de o seu carro ser tão superior?
    Ou é explicado por ter um motor novinho em folha?

    so23101706
    Membro
    so23101706

    É explicado pela estratégia quanto aos pneus. O Hamilton estava com supermacios no segundo stint e estava mais rápido que toda a gente (menos o Verstappen, que mudou de pneus perto do fim).

    rodríguezbrm
    Membro
    rodríguezbrm

    O LH teve um setup exclusivo para a corrida, ao contrário de todos os outros pilotos, teve uma PU nova, bem diferente da do Bottas, escandalosamente superior a todos, não teve preocupações com o consumo graças ao SC no início, portanto full power toda a corrida. O Schumacher em 2006(?)no fim da 1ª volta estava quase a 1 volta do líder em 2016 e terminou em 4º, compare-se com o q sucedeu ontem. Não vi nada de especial, em Monza, por exemplo, esteve um bons furos bem acima. Concluindo, esta corrida dele em São Paulo foi a prova de que… Ler mais »

    últimas FÓRMULA 1
    últimas Autosport
    AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/motosport.png