/formula1/f1/gp-hungria-f1-toto-wolff-dois-carros-na-fila-da-frente-da-nos-vantagem/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=gp-hungria-f1-toto-wolff-dois-carros-na-fila-da-frente-da-nos-vantagem&utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=gp-hungria-f1-toto-wolff-dois-carros-na-fila-da-frente-da-nos-vantagem
GP Hungria F1, Toto Wolff: “dois carros na fila da frente dá-nos vantagem” | AutoSport

GP Hungria F1, Toto Wolff: “dois carros na fila da frente dá-nos vantagem”

Por a 31 Julho 2021 17:35

Após a qualificação do GP da Hungria, Toto Wolff era um homem feliz. Com os dois carros nos dois primeiros lugares da grelha de partida pode ser benéfico, mas os Red Bull sairão com pneus macios, mais rápidos que os médios de Lewis Hamilton e Valtteri Bottas, mas com desgaste também mais rápido. 

“Estou feliz. Esperávamos que a Hungria fosse mais complicada para nós nestas condições, colocar os dois carros na fila da frente dá-nos vantagem”, disse Wolff aos microfones da SkySports. 

Sobre a nova polémica que envolve Hamilton, Wolff insiste que não foi estratégia ir mais devagar na volta de saída das boxes, para atrasar os dois Red Bull que vinham atrás.

“Não é algo que se discuta. Todos tentam obter as maiores distâncias possíveis. Vimos que a média estava algures entre sete e oito segundos em todas as sessões de qualificação. Mas a câmara foi apontada para outro lado, pelo que não vemos todos os outros a fazê-lo”.

Questionado sobre a estratégia alternativa dos seus rivais mais diretos, o homem forte da Mercedes admite que possam ter alguma vantagem no início da corrida, mas se for uma corrida de duas paragens, os dois Red Bull podem ficar “presos” no tráfego. 

“Não sei porque se qualificaram com macios, mas pode ser vantajoso. Se for uma dupla paragem sólida, como vimos há três anos quando Lewis apanhou o Max, se for uma dupla paragem, os macios não fazem qualquer diferença, talvez alguma vantagem no início. Não o teríamos feito. O pneu macio tem uma grande vantagem numa única volta, penso que amanhã veremos que atinge o seu pico após algumas voltas. Mas se for de duas paragens, pode-se facilmente trocar por um jogo de médios ou duros. Se todos o fizerem, não há problema, mas se não o fizerem, podem ficar no meio do tráfego”.

Subscribe
Notify of
1 Comentário
Inline Feedbacks
View all comments
garantia4
garantia4
1 mês atrás

Encontraram meio segundo- e num kartódromo ! Eis o milagre estival de S. Pilelli, já em 2017 e 18 foi o mesmo !!
“Enfim”, é óbvio que sempre tiveram uma margem avassaladora, tiram-na para fora quando chega a hora. E quanto mais não terão… Mas ali, jamais um sensor, uma inspecção.
E ainda tínhamos que ouvir as groupies do Jesus de Stevenage que ululavam pela superioridade dos RB e pelo heroísmo daquele por conseguir o 2º ou 3º .Onde estão agora a dizer o mesmo da MB?

últimas F1
últimas Autosport
f1