/formula1/f1/gp-espanha-f1-toto-wolff-lewis-tinha-ritmo-para-lutar-pela-vitoria/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=gp-espanha-f1-toto-wolff-lewis-tinha-ritmo-para-lutar-pela-vitoria&utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=gp-espanha-f1-toto-wolff-lewis-tinha-ritmo-para-lutar-pela-vitoria
GP Espanha F1, Toto Wolff: “Lewis tinha ritmo para lutar pela vitória” | AutoSport

GP Espanha F1, Toto Wolff: “Lewis tinha ritmo para lutar pela vitória”

Por a 22 Maio 2022 17:22

A Mercedes voltou a colocar um piloto no pódio no final do GP de Espanha, mas desta vez com uma diferença. George Russell conquistou o pódio com um desempenho muito melhor do Mercedes W13. No entanto, a corrida de Lewis Hamilton foi mais difícil. Depois do toque na volta inicial de Kevin Magnussen, o britânico teve de abdicar do quarto lugar para Carlos Sainz depois da equipa lhe pedir ‘levantar o pé’ e em risco de ter de abandonar nas últimas voltas do GP. 
“Infelizmente descobrimos uma fuga de água no carro do Lewis [Hamilton] durante a corrida sem saber se conseguimos terminar. Conseguimos, mas não sabemos se o motor ‘sobreviveu’”, explicou Toto Wolff no final da corrida catalã. 
Hamilton tinha admitido à equipa que depois do toque de Magnussen e de ter vindo lentamente para a box regressando à pista na cauda do pelotão, seria melhor desistir para poupar a unidade motriz, mas o responsável da equipa garantiu que isso nunca foi opção. “Nunca foi opção. Mesmo quando estamos longe da frente conseguimos recolher dados, aprender mais sobre o carro e por isso é que não desistimos”
O andamento dos dois Mercedes foi significativamente melhor devido às atualizações, levando Wolff a afirmar que se não fossem os problemas no carro de Hamilton, o piloto podia discutir a vitória. 
“Só podemos estar satisfeitos, porque antes estávamos em ‘terra de ninguém’ e agora batemos a Ferrari em pista e o Lewis [Hamilton] tinha ritmo para lutar pela vitória”, concluiu Wolff.

Subscribe
Notify of
39 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Génesis
Génesis
1 mês atrás

Nem oito nem 80.
Finalmente a MB resolveu o saltitar e daqui para a frente podem começar a desenvolver o carro.
Na reta da meta o Max (sem drs) não conseguia sequer aproximar do Russel, ou seja a velocidade estonteante do Rb já foi equiparada pela Mercedes.
Penso que ainda estão a 3/4 décimos, mas o W13 tem muito potencial e vamos a ver se o conceito do zeropod não vai tornar a F1 outra vez monótona.

Tono da Bike
Tono da Bike
1 mês atrás

Ora aí está o Toto Wolff a cuspir no prato que come! Sobre o piloto que tem dado água pela barba ao Luizinho nem uma palavra, mas para o menino chorão “bota” mais umas lambidelas nos tomates! Enfim …

garantia4
garantia4
1 mês atrás

Não há nada em absoluto para elogiar num “pluricampeão do mundo” que à 2a volta queria retirar-se porque não valia apena continuar e depois chega em 5ª porque o team sabe que as coisas podem mudar e pode até recolher alguns, muitos, pontos. Não ha nada para elogiar num “profissional” ( entre aspas) pago com tantos milhões que se lhe dão um toquezinho na 1ª volta e fura um pneu prefere ir tomar o duche , sendo depois desmentido, desmascarado na corrida só porque os outros da equipa são – por sorte- menos histéricos do que ele e no fim… Ler mais »

Cavaleiro do Asfalto
Cavaleiro do Asfalto
1 mês atrás

O Toto Wolff, com esta afirmação, e o Lewis Hamilton, a querer desistir para poupar o motor, fizeram-me lembrar a Floribella…
No sketch dos Gato Fedorento a Floribella fala para uma árvore e diz: «Ó mãe! Eu estou um pouco confusa….».

917/30
917/30
Reply to  Cavaleiro do Asfalto
1 mês atrás

looooooool essa foi muito boa!

Last edited 1 mês atrás by 917/30
últimas F1
últimas Autosport
f1