/formula1/f1/f1-ralf-schumacher-critico-da-aston-martin-no-caso-da-desclassificacao-de-vettel/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=f1-ralf-schumacher-critico-da-aston-martin-no-caso-da-desclassificacao-de-vettel&utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=f1-ralf-schumacher-critico-da-aston-martin-no-caso-da-desclassificacao-de-vettel
F1: Ralf Schumacher crítico da Aston Martin no caso da desclassificação de Vettel | AutoSport

F1: Ralf Schumacher crítico da Aston Martin no caso da desclassificação de Vettel

Por a 4 Agosto 2021 12:51

Ralf Schumacher foi muito crítico da atuação da Aston Martin e considera que a equipa errou no caso que resultou na desclassificação de Sebastian Vettel do GP da Hungria, perdendo assim, o segundo posto alcançado em pista. 
Schumacher afirmou à SkySports alemã, que nem percebe a ideia da equipa recorrer da penalização, já que o regulamento técnico é claro em relação a essa matéria. 

“Em primeiro lugar, nem sequer sei porque é que Aston Martin planeia recorrer da desclassificação de Vettel. Está claro nas regras: é preciso um litro de combustível, do qual são retiradas várias amostras. Se não existir esse litro, sofrem desclassificação. Deviam saber disso, foi um erro claro da equipa”.

Completando o seu argumento quanto à justificação da penalização, Schumacher insistiu que havendo uma diferença de cerca de dois litros de combustível, o piloto foi beneficiado em relação aos adversários, por carregar menos peso no monolugar.

“Do meu ponto de vista, a razão só pode ser que tenha havido um défice de cerca de dois litros na altura de colocar o combustível. Esta quantidade poderia e deveria ter sido poupada durante a corrida. A severidade da punição é definitivamente justificada. Devido apenas à falta de peso, o Aston Martin foi três a cinco centésimos mais rápido por volta, então pode-se calcular a diferença que isso provocou durante toda a corrida”.

Subscribe
Notify of
5 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Pity
Pity
1 mês atrás

Eu também acho que foi um erro da Aston Martin, mas não é preciso o Ralf ser tão duro. Por certo que a equipa não pôs menos combustível de forma deliberada. Pode ter havido um problema com o medidor, que indicaria mais do que realmente entrou no depósito, ou do sensor., ou da bomba. Vamos ver. Se se comprovar que não havia combustível, desclassifica-se e assunto arrumado. Não foi o primeiro caso, nem será o último.

f1pam
f1pam
1 mês atrás

Uma questão simples e que era a solução para a AMartin.
Se eles sentiam que o combustivel estava no fim, quando Vettel corta a meta, a equipa devia tê-lo mandado parar logo na recta da meta. Como ele parou já na entrada da penultima curva, ele teria poupado uns 4 kms. Mesmo em andamento lento na volta de consagração, de certeza que em 4 kms gastou mais que 1 lt de combustivel.

Daniel Sousa
Daniel Sousa
1 mês atrás

Se eu estiver correcto o título deste artigo induz em erro as pessoas.
Apesar de ter havido um erro após a corrida, o Vettel já foi desclassificado. A pontuação já foi atribuída a todos os pilotos, sendo que o Vettel tem 0 pontos.
Se o recurso funcionar, nesse caso voltam a ser atribuídos os pontos à Aston Martin e ao Vettel.

Frenando_Afondo™
Frenando_Afondo™
1 mês atrás

Sim, a realidade é que o regulamento nesse sentido é bastante claro. Erro crasso da Aston Martin que estragou todo o trabalho de Vettel e o fez perder 18 pontos e o segundo pódio da época.

E que grande corrida foi a de Vettel, conseguir andar atrás de um monolugar melhor (Alpine) e lutar pela vitória num monolugar inferior, que grande piloto. E vão dois pódios esta época! Embora um não vá contar, mas a realidade é que ele esteve lá…

MC
MC
1 mês atrás

Caso a Aston Martin tivesse dado indicações ao Vettel para fazer a última volta da corrida mais lenta, de modo a ter combustível suficiente no final da corrida, imaginem-se as teorias da conspiração que não seriam alvitradas caso fosse então ultrapassado pelo Hamilton…

últimas F1
últimas Autosport
f1