F1, Yusuke Hasegawa: “Um ano não é suficiente para produzir um novo motor”

Por a 12 Agosto 2017 11:08

A Honda tem-se debatido com problemas de fiabilidade e falta de potência esta época, mas continua a acreditar no conceito escolhido para a sua unidade motriz. Há atualmente vários programas de pesquisa concentrados na F1 em 2018, que decorrem paralelamente com o desenvolvimento normal da marca.

Yusuke Hasegawa, líder do projeto da Honda para F1, disse em fevereiro que a renovação da unidade de potência estava em risco, e admite agora que a marca subestimou o desafio colocado por uma mudança de conceito: “Do ponto de vista do conceito, sim nós subestimamo-lo. Apesar de termos levado um pouco de tempo a estabilizarmos, percebemos que fase teríamos de ultrapassar – foi muito duro”.

“Pensamos que tínhamos tempo suficiente de preparação, e foi por isso que começamos o desenvolvimento do motor deste ano em maio (de 2016), mas um ano não foi suficiente. Teoricamente falando, já conseguimos dar alguns passos bons. Estamos a meio do nosso objetivo, mas ainda precisamos de dar mais passos para apanharmos as equipas da frente”, admitiu também Hasegawa, referindo-se à abordagem talvez demasiado otimista da marca.

As últimas provas já revelaram uma substancial melhoria de performance dos McLaren Honda, e isso foi resultado da introdução da ‘Spec 3’ do motor nipónico, durante o fim de semana do Grande Prémio do Azerbaijão. A Honda espera agora estar em posição de lançar o ‘Spec4’ numa das corridas após a pausa de verão, mas não o fará até ter plena confiança nessa atualização. “Sabemos qual é o objetivo, o que as outras equipas já conseguiram. Sabemos que a maioria delas utiliza o mesmo conceito do nosso motor, mas obviamente que não sabemos qual é a solução exata, o design exato, o mesmo nível que podemos atingir. Mas sabemos a direção e alguns dos elementos para atingir essa performance, mas ainda não concluímos quais os elementos que teremos de introduzir”, explica Yusuke Hasegawa.

Deixe um comentário

2 Comentários em "F1, Yusuke Hasegawa: “Um ano não é suficiente para produzir um novo motor”"

sr-dr-hhister
Membro

Já pareceram pior.

frenando_afondo
Membro

Pois, mas vocês já tiveram 3 anos para o fazer e até agora… É o que se vê.

últimas FÓRMULA 1
últimas Autosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/motosport.png