F1, Rosberg: “Vettel é mais dedicado que Hamilton”

Por a 10 Janeiro 2019 12:32

Numa entrevista à Autosprint, Nico Rosberg, campeão em 2016, falou das diferenças entre Sebastian Vettel e Lewis Hamilton.

O alemão elogiou o seu compatriota, ele que conhece bem Hamilton com quem lutou pelos títulos de 2014, 2015 e 2016:

“Vettel é superior em termos de dedicação ao trabalho; Ele trabalha em estreita colaboração com os engenheiros. É uma devoção que Hamilton não possui. Não sei exatamente o que aconteceu com ele [Vettel] mas isso faz parte do desporto, às vezes parece que tudo corre bem, mas basta um erro para perder a confiança e tudo passa a correr mal. A mesma coisa aconteceu comigo contra o Hamilton em 2015. Com o Lewis, eu precisava mudar minha atitude, decidi que tinha que ser eu a liderar o jogo. O Lewis sempre tende a impor suas regras, mas eu assumi o controlo para não permitir que ele encontrasse a motivação. E eu ganhei.”

Estas declarações não deixam de ser um pouco surpreendentes, pois surgem algumas semanas após a dedicação e o trabalho de Hamilton terem sido elogiados. O piloto britânico fez até um pedido aos membros da equipa para lhe indicarem onde ele deve melhorar para poder focar-se nesses pontos mais fracos. Hamilton admitiu que 2018 foi o seu título mais duro, mas que esta época lhe permitiu crescer e ficou no ar a ideia de que um dos pontos em que mudou foi mesmo a forma como se passou a relacionar com a equipa. Foram raras as críticas à equipa e ao carro na época passada. Na fase de menor fulgor da Mercedes o discurso foi sempre de trabalho e otimismo não se vendo tanto a faceta “queixinhas” do britânico.

Mas olhando para a postura de ambos, Vettel parece ter a mentalidade certa e uma ética de trabalho a toda a prova. Ou pelo menos mais visível. Agora qual dos dois é mais dedicado… Rosberg está numa posição privilegiada para fazer esse tipo de avaliação.

Rosberg avisou também que Vettel terá de ter cuidado com Charles Leclerc e que terá de ser perfeito para vencer, pois agora deixou de ter o conforto que tinha com Raikkonen. Vettel terá uma tarefa dura pela frente: afastar os fantasmas do passado, melhorar como piloto, enfrentar um Hamilton que a cada época surge mais forte, numa equipa que passa por mais uma mudança nas chefias (embora esta pareça ser mais pacifica), enfrentando um colega de equipa sedento de vitórias e com a ambição típica de um jovem. 2019 será provavelmente um dos maiores desafios de Vettel dos últimos tempos. Os verdadeiros campeões destacam-se nessas fases.

 

A opinião de Rosberg sobre os dois campeões

Visualizou de 4 artigos abertos

O AutoSport limitou a 4, o número de artigos
que poderá ler sem fazer login
Para continuar a ler livremente
os artigos AutoSport,
por favor faça login aqui
Caso não esteja ainda registado,
faça agora aqui o seu
registo gratuito
  • Não é possível alterar o nome de utilizador.

    6
    Deixe um comentário

    Please Login to comment
    5 Comment threads
    1 Thread replies
    6 Followers
     
    Most reacted comment
    Hottest comment thread
    6 Comment authors
    bemvindoformula1@hotmail.commicael_micael_hotmail-comZeCambotaFrenando_AfondoRobalo Suruba Recent comment authors
      Subscribe  
    Notify of
    can-am
    Membro
    can-am

    Lá isso é verdade o que aliás só é um elogio para o grande campeão inglês !
    O que seria se ele se dedicasse !

    RMPS
    Membro
    RMPS

    Sem mais!

    frenando_afondo
    Membro
    frenando_afondo

    Gostava de saber quando é que Rosberg teve uma época inteira ao lado de Vettel e dentro da Ferrari para afirmar isto. Porque duvido que a Ferrari o tivesse deixado entrar durante a época inteira para poder ver essa tal dedicação superior de Vettel.

    Falar sobre Hamilton pode à vontade, foram companheiros de equipa e logo sabe do que fala. Mas comparar com um rival directo? Em que tudo é secretismo, especialmente estando Rosberg ainda ligado à Mercedes? Acho muito estranho fazer a comparação, mas ele lá saberá para quem é que é a mensagem… 😉

    ZeCambota
    Membro
    ZeCambota

    Quando ele diz “mas eu assumi o controlo para não permitir que ele encontrasse a motivação” quer mesmo dizer, “resolvi jogar sujo, o vale-tudo para tramá-lo”.

    MLS
    Membro
    MLS

    “Foram raras as críticas à equipa e ao carro na época passada. Na fase de menor fulgor da Mercedes o discurso foi sempre de trabalho e otimismo não se vendo tanto a faceta “queixinhas” do britânico.”

    Será que eu vi a mesma época de o autor deste artigo?

    bemvindo
    Membro
    bemvindo

    “vettel é superior em termos de dedicação ao trabalho”.se é tao dedicado pq que desperdiçou tantos pontos cometendo erros estupidos.?.é que já é o segundo campeonato que o vettel não consegue levar a decisão do titulo até ao fim por erros estupidos.!.algo não esta bém nessa declaração do rosberg,até pq nunca foi colega do vettel pra fazer tal comparação.!!

    últimas FÓRMULA 1
    últimas Autosport
    AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/motosport.png