F1: Motor Ferrari é agora o melhor, segundo Horner

Por a 11 Julho 2018 11:26

No último fim de semana pudemos ver a Ferrari a ganhar vantagem nas rectas de Silverstone, um cenário absolutamente impensável há dois anos, mas que começou a ganhar força no ano passado. A Scuderia trabalhou muito para melhorar a sua unidade motriz e os resultados estão à vista. Horner afirmou mesmo que se trata agora da melhor unidade motriz do grid:

“Acho a unidade da Ferrari é a  referência agora”, disse Horner, à Motorsport.com “Podemos ver com a Haas e Sauber a evolução da unidade motriz.”

Na primeira qualificação do ano (talvez a melhor forma de entender esta evolução), os Ferrari ficaram a 0.6 segundos de Hamilton detentor da pole em Melbourne . Os Haas ficaram a mais de dois segundos e os Sauber a mais de 3 segundos.

Logo na corrida seguinte a Ferrari fez a pole com 0.1 de vantagem sobre os Mercedes, na China o cenário repetiu-se  (vantagem de 0.5 segundos) enquanto a Haas estava a 1.7 segundos dos líderes e a Sauber a mais de 3 segundos.

No Azerbaijão, Vettel superou Hamilton por 0.179 seg. e em Espanha Hamilton fez a pole, com Vettel a 0.132. No Canadá a distância entre a Ferrari e a Mercedes foi de 0.093, mas em França a Mercedes conseguiu superar a Scuderia por 0.3, tal como na Áustria e por fim, em Silverstone, a diferença entre Hamilton e Vettel foi de 0.044.

Como se pode ver as diferenças têm sido muito curtas e se a Ferrari parecia ter uma ligeira vantagem na qualificação a certo ponto, as melhorias da Mercedes mudaram um pouco a situação, embora a Scuderia tenha respondido e para já as diferenças são nulas. O “score” mostra bem o equilíbrio: 5 poles para a Mercedes, 4 para a Ferrari

Mas se olharmos para a evolução das equipas clientes, se a Haas começou o ano a mais de dois segundos, dos tempos da frente, a distância é agora de 1.3 e a Sauber, que estava a mais de 3.5 segundos dos primeiros lugares na primeira qualificação, está agora a 1.9 (graças ao talento de Leclerc). Esta evolução das equipas cliente é também a prova de que a Ferrari tem evoluído bem a sua unidade motriz. O termo de comparação não é o melhor pois a Williams serve de exemplo, dadas as dificuldades que têm a nível aerodinâmico.  A Force India, embora irregular este ano, tem estado em média a 1.7 seg. dos melhores tempos (tendo já estado a mais de 2.5 e a 1 seg. o que mostra a variação de rendimento da equipa cujo comportamento do chassis parece variar muito de pista para pista).

Horner terá dados muito mais precisos e concretos e se diz que a Ferrari é agora o melhor motor, terá por certo dados que o comprovem. É preciso então valorizar o esforço da Scuderia durante esta era híbrida. O dinheiro não falta em Maranello e onde há dinheiro surgem soluções, mas não se pode dizer que haja falta de dinheiro no grupo Renault e os franceses nunca conseguiram diminuir de forma tão drástica o fosso para a Mercedes. O que a Ferrari fez é digno de registo pois recuperou muito tempo e desenvolveu uma unidade capaz de se bater com aquela que parecia a força inatingível da F1.

A Scuderia está numa fase muito boa, com um chassis de grande qualidade, uma dupla de pilotos que garante pontos e uma estrutura que parece finalmente estabilizada. Tem faltado alguma serenidade em momentos chave e 2017 poderia ter sido um excelente ano para a marca italiana não fossem os erros na segunda metade da época que deitaram tudo a perder. Este ano os erros já se repetiram mas tal como no ano passado, a Ferrari depende apenas de si para ser feliz e não precisa de deslizes alheios. Para a Mercedes este é o desafio por que tanto ansiavam… uma equipa que lhes faça frente a todos os níveis. A F1 agradece!

A Ferrari tem agora armas iguais à Mercedes

Visualizou de 4 artigos abertos

O AutoSport limitou a 4, o número de artigos
que poderá ler sem fazer login
Para continuar a ler livremente
os artigos AutoSport,
por favor faça login aqui
Caso não esteja ainda registado,
faça agora aqui o seu
registo gratuito
  • Não é possível alterar o nome de utilizador.

    4
    Deixe um comentário

    Please Login to comment
    4 Comment threads
    0 Thread replies
    4 Followers
     
    Most reacted comment
    Hottest comment thread
    4 Comment authors
    Frenando_Afondoaanunes@remax.ptJosé ManuelPokerAlho46 Recent comment authors
      Subscribe  
    Notify of
    pokeralho46
    Membro
    pokeralho46

    Não acho que seja assim tão linear, no meu entender acho que o motores Mercedes vs Ferrari estão muito equiparados em termo de potência pura, acho que o que faz mesmo a diferença será chassis/pneus com cada marca a ter os seus altos e baixos, depois conta muito o piloto, em ambas as equipes tem um de ponta e outro que apenas é rápido numa volta de qualificação.

    UNOBUTHI
    Membro
    UNOBUTHI

    “Desejavam” assim, assim esperemos que continue!…

    f1fanforever
    Membro
    f1fanforever

    Concordo com ambos os comentários, acho que os tempos e velocidade de ponta nos Ha as e Sauber demoçnstram que a Ferrari recuperou mas não é possível dizer que é superior, com a adaptação e gestão dos pneus a ser determinante. Já quanto à Ferrari ter dinheiro para gastar nós motores, acho que há quem ainda viva nos tempos da FIAT/ Ferrari contra os pobres “garagistas”…Essa realidade foi há muito ultrapassada primeiro com os grandes patrocinadoras e desde há pelo menos uma década com o regresso de grandes construtores. Quem pensam pque tem mais dinheiro para gastar, o enorme e… Ler mais »

    frenando_afondo
    Membro
    frenando_afondo

    Os Ferraristas vão continuar a dizer que o monolugar é inferior para poder criticar o outro arrogante.

    últimas FÓRMULA 1
    últimas Autosport
    AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/motosport.png