F1: Michelin fora do concurso para fornecedor de pneus

Por a 31 Agosto 2018 13:02

Não se esperava outra coisa, tendo em conta as exigências feitas aos possíveis candidatos. A Michelin decidiu não avançar com a candidatura para fornecedor de pneus de F1 de 2020 a 2023.

A Pirelli fornece os pneus da F1 desde 2011 e assim deverá continuar até 2023. No mês passado foram conhecidas as listas de exigências para os possíveis fornecedores e ficou logo claro a Pirelli deveria ser a única a mostrar interesse. A mudança de regulamentos para 2021 implica uma mudança para Jantes de 18 polegadas, seguindo a tendência do desporto automóvel actual e do mercado automobilístico no geral. No entanto, o novo contrato de fornecimento de pneus começa em 2020, o que obriga um novo fornecedor a ter de desenvolver pneus para jantes de 13 polegadas para apenas um ano. Um esforço financeiro e tecnológico tremendo para apenas ser rentabilizado durante 20 corridas. Não era claramente o cenário ideal e a Michelin olhou para esse factor como um grande entrave pois a marca francesa não tem qualquer interesse em fabricar pneus de 13“ que consideram ultrapassados. Além disso, os franceses são contra a elevada degradação dos pneus,  uma exigência feita pelos responsáveis pela F1 de forma a assegurar duas paragens nas boxes por corrida.  A Michelin lançou um comunicado onde expõe os motivos da sua decisão:

“As recomendações da Michelin para a troca de pneus de 18 polegadas, como na Fórmula E, foram aceites pelas autoridades, o que nos deixa muito satisfeitos. No entanto, o pedido de fornecimento de pneus de 13 polegadas apenas para a temporada de 2020, assim como a deterioração do desempenho como parte do espectáculo, vai contra os nossos princípios de gestão eficiente de recursos e respeito pela tecnologia de um pneu sustentável. Por conseguinte, a Michelin decidiu abster-se de qualquer resposta a este concurso e continuará a acompanhar, em conjunto com os seus órgãos sociais, os desenvolvimentos da Fórmula 1 nos próximos anos.”

Na altura do lançamento do concurso a questão do fornecimento de pneus de 13“ por apenas um ano levou os media a questionar esta situação e Charlie Whiting admitiu que não era a situação ideal mas que por entraves legais não se podia aumentar o contrato da Pirelli por mais um ano e fazer o concurso para fornecimento de 2021 em diante. Parece assim quase certo que a Pirelli se vai manter como fornecedora.

Deixe um comentário

Please Login to comment
  Subscribe  
Notify of
últimas F1
últimas Autosport