F1: Mercedes prudente apesar do sucesso em Silverstone

Por a 17 Julho 2017 11:46

A Mercedes, por intermédio do seu diretor de equipa, não quer ficar convencida que tem o carro mais rápido da Fórmula 1 pelo facto de ter conseguido uma ‘dobradinha’ no Grande Prémio da Grã-Bretanha. Em Silverstone Lewis Hamilton esteve numa classe à parte, enquanto Valtteri Bottas realizou uma notável recuperação de nono na grelha de partida para terminar em segundo logo atrás do seu companheiro de equipa.

Contudo Toto Wolff tem ‘os pés bem assentes na terra’. Isto apesar da Mercedes ter ganho três dos últimos quatro Grandes Prémios – apenas perdendo em Baku devido ao facto da proteção do ‘cockpit’ de Hamilton se ter soltado e obrigado a uma paragem nas boxes imprevista. Wolff quer que não se ‘deitem foguetes’ antes de terminar a próxima prova, na Hungria: “Gostaria de chegar à próxima corrida e não levar uma chapada na cara. É complicado e o nosso carro nem sempre é fácil de afinar, apesar de nos termos tornado melhores nisso. Tem sido um grande trabalho da equipa em combinação com os pneus”.

“Gostaria de ver como funciona o carro em Budapeste, em baixas velocidades e com uma pista que deverá estar a altas temperaturas. Então, nessa altura, talvez tenha o quadro completo e possa chegar a uma conclusão em que situação estamos”, considera Wolff. E apesar de Hamilton ter ficado a somente um ponto de Sebastian Vettel no campeonato de pilotos, o diretor da equipa Mercedes acha que há um grande equilíbrio em relação à Ferrari, pelo que a diferença se faz mais pelas características de cada circuito: “Há prós e contras em ambas as equipas em termos de performance. Alguns fins de semana eles estão um bocado à nossa frente e outros não, por isso acho que depende muito das pistas”.

Visualizou de 4 artigos abertos

O AutoSport limitou a 4, o número de artigos
que poderá ler sem fazer login
Para continuar a ler livremente
os artigos AutoSport,
por favor faça login aqui
Caso não esteja ainda registado,
faça agora aqui o seu
registo gratuito
  • Não é possível alterar o nome de utilizador.

    Deixe um comentário

    8 Comentários em "F1: Mercedes prudente apesar do sucesso em Silverstone"

      Subscribe  
    Notify of
    RogerM
    Membro

    Um caso caricato que achei piada em corrida, foi após a entrada do Safety car, o Hamilton não se armou em engraçadinho a fazer desacelerações bruscas de velocidade com o Kimi na sua retaguarda…por que será, lol.

    frenando_afondo
    Membro

    Ah… Por acaso até fez. Apenas o Kimi estava atento e até foi avisado pela equipa para esse mesmo facto. Aliás se vir a corrida com olhos de ver, vai ver que a certa altura até Verstappen ultrapassa (sem querer) Raikkonen, exactamente porque Hamilton desacelerou antes de se lançar outra vez na corrida.

    Mas se vamos relembrar casos antigos, ainda bem que não era Vettel atrás de Hamilton, ainda lhe dava outro coice e levava com mais uma penalização. 😉

    RogerM
    Membro

    Então admites que o Hamilton tem abusado destas manobras…levasse com uma entrada por trás do Kimi ou Max, quem se ficava a rir era o Bottas e o Vettel. Aquelas manobras deviam ser regulamentadas.

    frenando_afondo
    Membro

    Faz ele e fazem todos. Reveja as partidas atrás de safety car do Vettel, por exemplo, e vai ver exactamente o mesmo modus operandi. Faz parte de tentar apanhar o adversário “a dormir”.

    Se isso é “abuso”, então eles todos abusam.

    RogerM
    Membro

    O Hamilton tem abusado dessas manobras, já o Vettel era a mesma coisa…para aprenderem a deixar de fazer isso, bastava estar atrás deles o Kvyat.

    crashhbbandicoot
    Membro

    Ou acertarem num pneu.

    dumberdog
    Membro

    Concordo porque um destes dias ainda temos um choque em cadeia na F1 atrás do SC.

    *RPMS*
    Membro

    A Mercedes tem que manter o foco e não “embandeirar em arco” porque nada está decidido. Cumprimentos

    últimas FÓRMULA 1
    últimas Autosport
    AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/motosport.png