F1: Hamilton contra os outros?

Por a 20 Março 2017 12:22

Lewis Hamilton quer – logicamente – recuperar o título perdido o ano passado para Nico Rosberg, mas a luta parece que irá ser mais feroz este ano, e parece que não vai ser só um piloto tentar impedir novo título do britânico. A retirada de Rosberg fez com que a rivalidade com Hamilton terminasse, e é dos pontos mais interessantes desta época passa por ver como se dará a relação dentro da Mercedes. Bottas é mais calmo, Hamilton é mais tempestuoso, diferenças de estilo que poucos sabem como vão poder coexistir.

Hamilton e Rosberg tinham um relacionamento tenso, desde muito novos, tendo forçado a equipa a intervir várias vezes para os ‘separar’. No entanto, o rápido e consistente Rosberg também fez sobressair o melhor de Hamilton, forçando-o a elevar o seu nível e subir tanto o seu ritmo na qualificação como nas corridas. Mesmo tendo perdido o título em 2016 Hamilton teve das melhores prestações da sua carreira e alguns dos créditos disto tem de ir para a competitividade de Rosberg.  O alemão deixou a F1 com 23 vitórias, mas Bottas, nunca venceu uma corrida a este nível. Tem apenas nove pódios na carreira e nunca terminou melhor que o quarto lugar no Campeonato do Mundo. Se não desafiar Hamilton da mesma forma que Rosberg fez, então o nível de Hamilton pode cair. Se assim for, Sebastian Vettel, quatro vezes campeão de F1, e o par da Red Bull Max Max Verstappen e Daniel Ricciardo estará pronto para tirar vantagem.

Vettel está desesperado para trazer o título de pilotos de volta à Ferrari pela primeira vez desde que Kimi Raikkonen, seu atual companheiro de equipe, venceu em 2007. Verstappen, de 19 anos, fez história no ano passado como o piloto mais jovem a vencer um Grande Prémio – e o mais novo a qualificar para a primeira linha da grelha. Tem um grande talento e é destemido. Ricciardo também venceu um GP em 2016 e o australiano de 27 anos mostrou grande velocidade. A Ferrari demonstrou nos testes que pode finalmente ter dado a volta depois de uma campanha que desiludiu todos, onde ficou atrás da Red Bull, para a frustração de Vettel. A Scuderia mostrou mais velocidade do que a Mercedes nos testes, embora estes ganhos não possam ser tomados como prova absoluta. O verdadeiro indicador virá no sábado, durante a qualificação para o GP da Austrália. “É sempre difícil dizer quem tem o monolugar melhor, mas é óbvio que a Ferrari está mais forte do que no ano passado”, disse Verstappen. “A Mercedes está sempre lá em cima também. Eu acho que eles não estão mostrando o seu verdadeiro potencial”. Nos últimos anos, nas apostas, era só preciso escolher entre os dois homens da Mercedes. Mas as novas regras podem ajudar a mudar isto.

Rodrigo Fernandes

Deixe um comentário

5 Comentários em "F1: Hamilton contra os outros?"

can-am
Membro
Se a competitividade dos Mercedes for a mesma dos anos anteriores,logicamente que ele será favoritissimo para ganhar a campeonato. Para mais a Mercedes tem agora um newcomer que não é germânico e por isso não deverá haver nenhuma inclinação ou coisa do género. Agora pelo pouco que já se viu,julgo que a Mercedes já tem a Ferrari à perna, se é que não terá sido já ultrapassada.Foi isso que os testes “disseram”. A menos que eles estejam caladinhos a esconder jogo.O que é possível. Mas penso, até pelo negócio que tudo isto é, que a FIA com este novo regulamento… Ler mais »
MVM
Membro

“[Bottas] Tem apenas nove pódios na carreira e nunca terminou melhor que o quarto lugar em Grandes Prémios”.
Que disparate é este?

F1_4ever
Membro

o Sr. jornalista devia querer dizer: nunca terminou melhor que o quarto lugar no mundial de F1, mas se o pensou, não foi o que escreveu.

iceman7
Membro

Um dia dizem que a rivalidade Hamilton vs Bottas vai estar ao rubro, no outro já dizem que vai o Hamilton e mais 20. Já não percebo nada!

frenando_afondo
Membro

Segundo muitos é Hamilton contra si próprio porque ele é bué fraco psicologicamente e outros clichés usados até à exaustão cada vez que não ganha uma corrida.

últimas FÓRMULA 1
últimas Autosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/motosport.png