F1: GP da Grã-Bretanha está a salvo com a Liberty

Por a 26 Janeiro 2017 10:07

1: GP da Grã-Bretanha está a salvo com a Liberty O futuro do Grande Prémio da Grã-Bretanha está mais seguro com os novos donos da Fórmula 1, exatamente o oposto que sucedia na era de Bernie Ecclestone. Quem o garante é o novo CEO da Liberty Media, Chase Carey, que em declarações ao jornal The Sun afirmou que a modalidade tem os seus fundamentos em solo europeu e que a F1 não faz sentido sem provas com as do Reino Unido. “Teremos Grande Prémio da Grã-Bretanha. A fundação deste desporto está na Europa ocidental. Queremos fazê-lo crescer. Há uma dinâmica de negociação mas queremos uma relação saudável com os nossos promotores”, garantiu Carey.

Ao jornal Morning Star o dirigente da Liberty afirmou querer honrar a herança da F1, com a qual Silverstone se identifica, pelo que se mostra disposto a falar com os responsáveis do circuito para que a prova britânica do calendário ali continue, O mesmo já tinha sido defendido por Ross Brawn, que também integra a equipa que agora gere os destinos da modalidade. “A Liberty adquiriu a herança da F1. Reconhece o valor disso”, afirmou o britânico ao The Telegraph. Carey assumiu a posição de defesa das principais provas europeias do campeonato depois de ter sido acusado de ‘americanizar’ a F1 com a ideia de fazer provas em Nova York, Los Angels, Miami ou Las Vegas, como segunda corrida paralela à que já se realiza em Austin.

Nuno Barreto Costa

Deixe um comentário

Please Login to comment
  Subscribe  
Notify of
últimas F1
últimas Autosport