F1, Gene Haas: “Se nunca tivermos hipóteses de vencer o que fazemos aqui?””

Por a 12 Setembro 2017 13:48

Gene Haas conseguiu montar uma equipa de meio do pelotão desde o início, mas dar uma um passo em frente e lutar por vitórias parece muito mais complicado. Durante o Grande Prémio de Itália, comentou a impossibilidade da equipa lutar por vitórias: “No meu ponto de vista este espaço não pode ser reduzido com os nossos recursos atuais. As três equipas de topo são construtoras também. Eles constroem todo o carro, ou seja, conseguem percebe-lo melhor, vai existir sempre uma desvantagem. Acho que tem de existir alguma incerteza no desporto”.

“Se apenas uma ou duas equipas conseguem vencer algo está mal, todas devem ter esta oportunidade, mesmo que umas tenham alguma vantagem sobre as outras, mas todas deviam ter possibilidade de ganhar. O grande problema são as equipas grandes. Estive recentemente na Ferrari e vi a quantidade de pessoas que trabalham lá, é impressionante! Na Mercedes deve ser igual, enquanto as outras equipas lutam com menos recursos. A Fórmula 1 é o topo do desporto, também a nível tecnológico, mas apenas quem tem os maiores orçamentos consegue fazer desenvolvimentos importantes. Estamos comprometidos com a F1, mas se nunca tivermos hipóteses de vencer o que fazemos aqui?”, enfatizou ainda Gene Haas.

O líder da Haas defende que todas as equipas deviam ter a possibilidade de vencer

Visualizou de 4 artigos abertos

O AutoSport limitou a 4, o número de artigos
que poderá ler sem fazer login
Para continuar a ler livremente
os artigos AutoSport,
por favor faça login aqui
Caso não esteja ainda registado,
faça agora aqui o seu
registo gratuito
  • Não é possível alterar o nome de utilizador.

    7
    Deixe um comentário

    Please Login to comment
    4 Comment threads
    3 Thread replies
    1 Followers
     
    Most reacted comment
    Hottest comment thread
    4 Comment authors
    RukymanLuis augustoro19071725MVM Recent comment authors
      Subscribe  
    Notify of
    lc
    Membro
    lc

    Podem ir para casa..este Sr queria vencer logo ao fim de 2 ou 3 anos..a F1 não é a indycar ou a Nascar

    kkk
    Membro
    kkk

    Sempre foi assim e será… infelizmente…

    MVM
    Membro
    MVM

    Espero que isto não tenha o significado que estou a ler nas entrelinhas. A F1 precisa de mais equipas, não de menos.

    kkk
    Membro
    kkk

    Mas que sejam competitivas e principalmente ganhadoras!… Porque não (?!) a um nivel da Indy ou mesmo nos “turismos” australianos – isso é que é competição!!!…. Quem nos dera!… mas nunca irá acontecer infelizmente, porque os “negócios” FIA comparado com o “americano ou australiano” em nada se comparam ou igualam, para mal do desporto motorizado! Imaginem uma competição com 5 ou 6 equipas prontas a vencer em qualquer circuito!

    rukyman
    Membro
    rukyman

    ” O grande problema são as equipas grandes”. O Gene Hass tem toda a razão no que diz. Em conversa com amigos meus entusiastas já tinha dito isto mesmo, mas de outra forma. A F1 foi muito interessante e competitiva até meados da década de 80. Até essa altura, com excepção da Ferrari, só havia “garagistas”, não havia grandes construtores. Esses apenas forneciam motores, como o famoso Ford Cosworth. Depois, no final da década de 70 surgiu a Renault a fazer tudo, entretanto a BMW, a Porsche a financiar um dos melhores “garagistas”, a Mclaren e as coisas começaram a… Ler mais »

    lc
    Membro
    lc

    OK, mas se as grandes marcas sairem da F1 esta vai perder muito,menos publicidade ,menos $$$ etc
    a F1 se tiver 20 carros com motor cosworth por exemplo fica tipo “Indycar” ….sempre houve algumas equipas que dominaram durante algum tempo,a Ferrari teve 5 anos a ganhar 2000 a 2004 …REDBull de 2010 a 2013….

    rukyman
    Membro
    rukyman

    Provavelmente não me fiz explicar. Eu não defendo a saída dos grandes construtores! Alás, é utópico defender isso, até porque é impensável fazer sair a Ferrai como construtor, mantendo-se como fornecedor de motores. Mas há muita coisa possível de se fazer: Desde logo, “obrigar” os actuais fornecedores de motores a dar a mesma série de motores aos seus clientes. Todos sabem, com excepção da Renault em relação à Red Bull, que os motores Ferrari e Mercedes usados pelas diferentes equipas não são iguais. Isso é possível! Existem outros componentes que tb podem ser iguais para todos. As coisas nunca ficariam… Ler mais »

    últimas FÓRMULA 1
    últimas Autosport
    AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/motosport.png