F1: Continuidade da Force India assegurada

Por a 8 Agosto 2018 11:33

Depois de algumas semanas de indefinição, a Force India parece ter o futuro assegurado. A equipa sediada em Silverstone entrou num processo de insolvência e passou a ser gerida temporariamente  por um administrador apontado pelos tribunais britânicos até a equipa ser adquirida.

Noutros casos esse processo não ficou concluído levando ao desaparecimento as equipas (caso da Manor ) mas a Force India é uma equipa apelativa, com provas dadas, pelo que o surgimento de potenciais investidores não tardou. A espera terminou e a equipa será comprada por um consórcio liderado por Lawrence Stroll, à cabeça de um grupo de investidores que irá colocar dinheiro “fresco” na equipa e assim permitir a sua subsistência e desenvolvimento.

 

“Este resultado garante o futuro da equipa Force India na Fórmula 1 e permitirá que nossa equipa compita mostrando todo o seu potencial.” disse o chefe de operações da Force India, Otmar Szafnauer. “Estou muito satisfeito por termos o apoio de um consórcio de investidores que acreditam em nós  e que vêem o potencial de negócio que a Force India tem na F1, agora e no futuro. A nossa experiência e empenho sempre nos permitiram competir a um nível acima do nosso e este novo investimento garante-nos um futuro promissor. Gostaria de agradecer ao Vijay, à Sahara Group e à família Mol por todo o apoio e por terem levado a equipa até onde as circunstâncias o permitiram.”

 

Os problemas da equipa estão assim finalmente a terminar e espera-se que todas as dívidas sejam pagas, todos os empregos sejam mantidos e que chegue um investimento significativo para o futuro, num processo que deverá estar concluído em duas ou três semanas.

Este desfecho permite à equipa encarar já as próximas corridas com mais ânimo, uma vez que há melhorias para introduzir no carro que aguardavam a chegada de dinheiro para serem construídas. A equipa tem vindo a perder alguma competitividade e a falta de melhorias está na base dessa quebra, algo que se espera possa ser revertido já em Spa, embora o espaço temporal para o conseguir seja curto, uma vez que as equipas não podem trabalhar durante a pausa de verão. Mas em último caso, se não for em Spa, a equipa deverá mostrar os upgrades em Monza.

A Force India poderá agora voltar a fazer o que tão bem sabe… bater-se com equipas com mais orçamento. Espera-se que este novo conjunto de investidores permitam à equipa crescer e aproveitar todo o potencial mostrado até agora.

Lance Stroll terá agora via aberta para sair da Williams e entrar na Force India no próximo ano, o que deixará a equipa de Sir Frank Williams sem um investidor importante isto depois da Martini já ter anunciado o fim da parceria com a equipa de Grove.

Force India foi salva

Visualizou de 4 artigos abertos

O AutoSport limitou a 4, o número de artigos
que poderá ler sem fazer login
Para continuar a ler livremente
os artigos AutoSport,
por favor faça login aqui
Caso não esteja ainda registado,
faça agora aqui o seu
registo gratuito
  • Não é possível alterar o nome de utilizador.

    24
    Deixe um comentário

    Please Login to comment
    10 Comment threads
    14 Thread replies
    14 Followers
     
    Most reacted comment
    Hottest comment thread
    14 Comment authors
    Cágado1Blurrpvcpvc@gmail.comsc-bellucciuol-com-brSr. Dr. HHister Recent comment authors
      Subscribe  
    Notify of
    sergio_junior
    Membro
    sergio_junior

    tempos complicados se esperam para os lados da Williams, a coisa já esta bastante ma, mas agora será ainda pior…

    dantasv6
    Membro
    dantasv6

    Pode ser que fique sem parte do dinheiro, mas ganhe piloto…
    Esperemos pelo regresso de Kubica.

    sr-dr-hhister
    Membro
    sr-dr-hhister

    Mais nada. Kubica é o São Sebastião da Williams.

    Pity
    Membro
    Pity

    Permita-me uma correcção. O Dom Sebastião é que era o Desejado, não o São Sebastião.

    sr-dr-hhister
    Membro
    sr-dr-hhister

    Obrigado Pity. Esse mesmo, o mítico e único, salvador, aparição entre torvelinhos de fumo e neblina; el Rei Dom Sebastião.

    malhaxuxas
    Membro
    malhaxuxas

    São? Ai a disciplina de história, amigo.
    Volte à escola. Conselho de amigo. Dom Sebastião.

    sr-dr-hhister
    Membro
    sr-dr-hhister

    Eu não sou seu amigo. Detesto a escola, sou um génio, não me ofenda. E a História é escrita pelos vencedores, uma carrada de mentiras. Por isso volte para a sua toca antes que eu fique deprimido e comece a morder o meu gato. Bem, bem.

    malhaxuxas
    Membro
    malhaxuxas

    À espera do Dom Sebastião.
    O maneta não voltará a brilhar, camarada!

    pedro_speed
    Membro
    pedro_speed

    Isto são boas notícias para a Force India e até para a F1. Esperemos que os novos investidores sejam pessoas sérias e com real interesse na F1 e que o Sr. Lawrence Stroll esteja realmente comprometido com este projeto, pois esta equipa é das melhores do meio do pelotão. O facto do Lance Stroll passar, eventualmente, para a equipa pode não ser assim tão mau. O ano passado na sua época de estreia fez algumas boas corridas: 3º lugar em Baku, 6º no México, 7º em Itália, 8º em Singapura e Malásia, etc., num total de 40 pts (12º no… Ler mais »

    chic-anal-ysis
    Membro
    chic-anal-ysis

    Para que é que os novos investidores têm que ser pessoas sérias? O indiano não o é e a coisa até correu bem.
    As duas principais equipas também estão cheias de gente pouco recomendável e a coisa corre ainda melhor. Pelos vistos na F1 quanto mais aldrabão melhor.

    sr-dr-hhister
    Membro
    sr-dr-hhister

    Ah, ah! Não viva de ilusões. O rapaz derrete pneus e passa a vida a chorar na rádio. Tem alguma sorte porque os resultados finais não refletem a falta de velocidade. O Massa costumava-lhe dar mais de um segundo em qualificação! É fantástico no arranque, esse mérito não lhe tiro e talvez se não fosse um menino do papá e estivesse habituado a lutar para atingir os objetivos até conseguiria atingir outro patamar. Até o russo já o bate e também ninguém dá nada por ele.

    Cágado1
    Membro
    Cágado1

    A Force India tem tido ao longo dos anos uma excelente política de pilotos. Esperemos que não seja prejudicada com esta compra.
    Esperemos tb, acima de tudo, que as outras equipas tenham desbloqueado a questão das verbas da F1. A notícia não o esclarece, nem as outras que li.

    Pity
    Membro
    Pity

    Ainda bem que o assunto se resolveu. O mais importante, a continuação da equipa, foi conseguido, o que é muito bom. Analisando o comprador, há um misto de sentimentos. Por um lado, o facto de no consórcio estar o papá Stroll, é garantia de que não vêm apenas para lavar dinheiro, mas que estão interessados na competição em si e, logicamente, em dar um melhor volante ao Lance. Por outro lado, isso significará o abandono da Williams por parte do mesmo cavalheiro, o que pode vir a ser desastroso para a equipa. A não ser que o sr. Stroll, queira,… Ler mais »

    rudicaraciola
    Membro
    rudicaraciola

    As equipes canibais estavam á espera que a Force Índia morresse para lhe comerem os ossos. Tiveram azar ..

    malhaxuxas
    Membro
    malhaxuxas

    Parece que FI é algo de muito relevante. Tem levado abadas até da Sauber ultimamente

    Cágado1
    Membro
    Cágado1

    O artigo da Autsport inglesa sobre quem são os membros do consórcio dá a entender que é mesmo artilharia pesada, muitos com ligações presentes ou passadas a marcas que não desdenhariam ver o seu nome nas carrocerias.
    https://www.autosport.com/f1/news/137919/the-men-who-saved-force-india
    Face aos papéis que desempenharam e ligações, vejo o Pérez a ficar (embora ache que era o piloto certo para a RB, não acredito) e o Stroll a trocar com o Ócon (que mantém o apoio da Mercedes).

    malhaxuxas
    Membro
    malhaxuxas

    Perez morreu. Ocon excelente.

    Cágado1
    Membro
    Cágado1

    Pérez 10° lugar, 30 pontos, 1 pódio. Para um morto não está mal de todo. 😉
    Mas não baseei a minha opinião na qualidade como piloto, mas no que foi a evidente cumplicidade com o Szafnaeur e Fernley.

    frenando_afondo
    Membro
    frenando_afondo

    Boas notícias para a Force India e Lance Stroll, más notícias para a Williams e Ocon… Com a entrada de Lawrence Stroll na equipa, para o ano vejo Lance Stroll a ficar no lugar de Ocon, muito porque não vejo a Mercedes a impedir Stroll de entrar e Pérez deverá ficar na equipa (somente vejo Pérez a sair se Grojean fizer uma segunda parte da época má e assim as portas da Haas podem se abrir para Pérez). A Force India continua, o que é bom, é uma boa equipa e merece continuar. Já a entrada de Stroll na equipa… Ler mais »

    chic-anal-ysis
    Membro
    chic-anal-ysis

    O Perez não vai para a Haas porque nessa altura o trump já acabou de construir o muro.

    blurr
    Membro
    blurr

    É uma piada de humor negro mas achei piado. Boa saida

    augustto01hotmail-com
    Membro
    augustto01hotmail-com

    Merecido. A Force Indian é uma equipe séria e compenetrada com resultados. Torço por ela. Quanto ao Stroll, pilotin medíocre que por sorte ($$$$$$) está na fórmula 1, pois talento não é seu forte. Tomara que seu companheiro de equipe seja um bom piloto, porque se alugarem o outro carro pra um piloto mediano, a equipe vai jogar dinheiro e talento no lixo. Qto à Willians, colhendo frutos pelas sementes que plantou.

    sc-bellucciuol-com-br
    Membro
    sc-bellucciuol-com-br

    É! O filhinho do Papai vai ter onde correr no ano que vem…

    alexname
    Membro
    alexname

    Qualquer que seja a jogada dificilmente a Fórmula 1 se vai livrar de perder mais uma equipa. Não foi a Force Índia, será a Williams!
    O declínio é inevitável! Em tudo semelhante ao ‘suicídio colectivo’ que estamos a cometer relativamente ao aquecimento global. Todos sabemos o que fazer mas não fazemos nada!

    últimas FÓRMULA 1
    últimas Autosport
    AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/motosport.png