Eleven Sports: “Queremos aumentar drasticamente o volume do que é a emoção da F1 em Portugal”

Por a 18 Setembro 2018 09:59

Numa altura em que se ficou a saber que as transmissões de F1 em Portugal voltaram a mudar de ‘dono’, fomos saber junto de Pedro Pinto, Diretor Não-Executivo da Eleven Sports Portugal, o que pretendem fazer para entusiasmar mais, os muitos adeptos que há de F1 em Portugal. E as notícias são boas…

Desde 2007 que a F1 saiu da RTP para a Sport TV, que depois de um hiato de um ano – com o EuroSport XTRA – voltou a ter a competição durante mais dois anos. Contudo, aproveitando o balanço dos vários direitos que já conseguiu, entre eles a Liga dos Campeões UEFA de Futebol, a Eleven adquiriu também a F1, e essa é verdadeiramente a parte que nos interessa. Por isso, nada melhor do que falar diretamente a Pedro Mendonça Pinto, Diretor Não-Executivo da Eleven Sports Portugal e saber o que aí vem…

AutoSport: Qual é o objetivo principal da Eleven Sports ao vir para Portugal, ficar o todo o futebol, incluindo a 1ª Liga?
Pedro Pinto: “O objetivo da Eleven Sports, na sua estratégia em Portugal passa por criar uma alternativa à cobertura desportiva que tem sido dominada por um canal que está no mercado há 20 anos. Surgiu uma oportunidade de ouro, para conseguirmos os direitos da Liga dos Campeões, Liga espanhola, francesa, e logo aí tivemos condições para lançar um canal em Portugal. Queremos tratar o desporto duma forma mais leve, mais divertida, fazer um bocadinho aquilo que eu pessoalmente tenho visto noutros mercados, como por exemplo os EUA e Inglaterra, onde se concentra muito mais atenção dentro do que se passa nos estádios e nos pavilhões, e muito menos nos bastidores. Quando a Eleven Sports tomou esta decisão estratégica, acreditava que havia espaço, necessidade, uma oportunidade única, talvez, para penetrar neste mercado que precisava de ser um pouco ‘chocalhado’.”

AS: Como está a questão das operadoras, Altice, NOS e Vodafone? (Nota: pode ter havido entretanto evolução neste tema)
PP: “É a Nowo que tem essa responsabilidade e acreditamos que os acordos vão ser selados com os operadores antes do início da Liga dos Campeões, porque parece-se ser impensável que os operadores não queiram oferecer aos seus clientes os melhores produtos, e provavelmente o melhor produto no mercado é a Liga dos Campeões. Tendo o Benfica também garantido a qualificação, grande parte da população em Portugal não conseguiria ver os jogos das equipas, veria um jogo por jornada na TVI, e a final. Todos os outros jogos, mais de 150 estão na Eleven. Chegou uma nova realidade a Portugal e acho que os operadores têm de se adaptar a ela para o bem dos seus clientes.”

AS: Passamos para a F1, diga-nos o que vai fazer a Eleven Sports?
PP: “Em todos os mercados em que a Eleven entrou teve sucesso. Porque coloca o adepto no centro das atenções, tenta aumentar a ligação para com aqueles que têm paixão pelos conteúdos que a Eleven adquire, e é essa a nossa estratégia em Portugal também, mais uma vez acredito que com um novo estilo, com um ‘approach’ mais informal e mais coletivo, envolvendo os adeptos e os espectadores, temos a certeza que esta estratégia, e esta visão vai ter o mesmo sucesso em Portugal, que teve noutros países. A Eleven já entrou noutros mercados que pareciam ser complicados, mas que acabaram por se adaptar a um novo panorama. Tudo o que posso dizer é que a Eleven tem uma fórmula de sucesso, já o provou noutros mercados e acreditamos que em Portugal isso irá acontecer com mais ou menos dificuldades.”

AS: Há muito que a comunidade dos automóveis, que seguimos, refere que seria bom ter um canal dedicado só aos desportos motorizados com tudo o que interessa. A F1 já está, poderão vir a ter outros como o MotoGP, WRC, etc no vosso portefólio?
PP: “O que nós achamos é que, e falando um pouco no produto Fórmula 1, nós acreditamos que existe uma grande oportunidade, para promover este produto em Portugal. A nosso ver, nunca foi tratado da forma que devia ter sido, tradicionalmente, desde que vejo F1 em Portugal, a TV portuguesa nunca investiu em ter correspondentes ou repórteres nas corridas, a fazer entrevistas com os pilotos, em fazer o trabalho de passar o ambiente de que é a F1, é esse o trabalho que vamos fazer e foi também por isso que conseguimos os direitos em Portugal, pois temos um excelente relacionamento com a F1. Eles têm gostado muito do que tem sido feito na Polónia, onde revolucionaram completamente a forma da F1 ser transmitida, e é isso que temos ambições de fazer em Portugal, que é colocar pessoas em todos os Grandes Prémios, contar mais histórias, e criar essa ligação emotiva, entre o produto e o adepto, que vai com certeza entusiasmar aqueles que já são adeptos de F1, mas irá também criar uma nova base, esperamos nós, de adeptos para o futuro.
A nível de desportos motorizados iremos também ter a Fórmula 2 e F3, estamos constantemente no mercado à procura de oportunidades que poderão surgir, mas ainda não os explorámos. Sabemos por exemplo que os ralis têm uma grande base de adeptos em Portugal portanto vamos, com certeza, olhar para estes produtos e se surgirem oportunidades interessantes, a nível financeiro também, não vejo razões para não investirmos nisso.”

AS: Têm um acordo de três anos para a F1. Como vai ser, o que vão fazer? Que detalhe relativamente às transmissões nos pode dar, dado que para os nossos leitores, muito especializados, esse tipo de informação é fundamental para tomarem as suas decisões…
PP: “O que nós queremos é estar presentes e marcar bem essa presença. Garantir entrevistas com pilotos, estar no paddock, falar com adeptos, contar histórias à margem e não só do que acontece no evento, queremos abrir a cortina de um mundo que até agora tem sido pouco visto no mercado português. Portugal já não tem um Grande Prémio há muitos anos, mais de 20, e por isso há poucas pessoas que estiveram num fim de semana de F1 em Portugal, e nós queremos passar essa emoção e todo esse mundo, para o público português. Queremos prestar mais atenção com tudo o que se passa num fim de semana, não só na corrida, mas nos três dias de prova. Queremos aumentar o volume, drasticamente, do que é a emoção da F1 em Portugal. E acho que vamos conseguir, porque foi isso que fizemos no mercado polaco. Não quero dizer que tenha de ser um investimento gigantesco, mas gostávamos de ter equipas ágeis no terreno, que possam estar lá quando as histórias acontecem. Não é num estúdio em Lisboa que vamos contar essas histórias é no terreno, espalhados por esse mundo fora. É ter uma equipa presente para fazer passar tudo aquilo que acontece. Uma equipa portuguesa, claro…”

AS: Já se sabem nomes?
PP: Neste momento não, mas penso que até ao final do ano. Os testes arrancam em fevereiro, por isso convém ter as pessoas programadas para isso.

AS: Vai haver uma app da Eleven Sports para as Smart TV, ou só podemos ver nas TV através da internet?
PP: “Estamos a trabalhar nesse sentido não queremos fazer projeções para quando uma app dessas poderá estar disponível, estamos a trabalhar nesse sentido, existe a plataforma OTT (ndr, OTT ou ‘over-the-top’ é o termos usado para designar conteúdo de TV fornecido via internet, sem que os utilizadores subscrevam um canal tradicional de satélite ou serviço de pay-TV) da Eleven em que as pessoas poderão ligar com facilidade o computador à TV, tem o streaming da aplicação tanto na loja da Apple como a Paly Store Android, para fazer a ligação do smartphone ou tablet à TV, o sinal é HD. Neste sentido pensamos que as pessoas não têm muita dificuldade, no mundo moderno, de verem as nossas transmissões na TV. Agora, obviamente, contamos que a Nowo possa ter os contratos assinados com os operadores e existe também a alternativa da IP Box (ndr, A Box Nowo TV HD IP é uma Box que tem apenas de estar ligado à internet, de qualquer operador, para receber o sinal de TV). Sei que em Portugal o modelo ainda é tradicionalmente mais conservador, mas por exemplo no Reino Unido onde lançámos agora, as pessoas têm mais facilidade em saber como se adaptar às novidades do mercado. Sabemos que seria muito melhor ter os contratos com as operadoras, e para isso contamos com a Nowo, para fechar esses acordos.”

AS: A própria F1 está a lançar streaming, a F1TV, isso colide com o acordo da Eleven Sports?
PP: “Mesmo que a F1 TV venha para o mercado português acreditamos que é um serviço com conteúdo complementar ao que nós vamos transmitir. Não vimos isso como concorrência. Será complementar, pois vamos personalizar o nosso conteúdo do público português.”

Fórmula 1 muda-se para a Eleven Sports em 2019

Visualizou de 4 artigos abertos

O AutoSport limitou a 4, o número de artigos
que poderá ler sem fazer login
Para continuar a ler livremente
os artigos AutoSport,
por favor faça login aqui
Caso não esteja ainda registado,
faça agora aqui o seu
registo gratuito
  • Não é possível alterar o nome de utilizador.

    10
    Deixe um comentário

    Please Login to comment
    5 Comment threads
    5 Thread replies
    8 Followers
     
    Most reacted comment
    Hottest comment thread
    8 Comment authors
    Ruben AlbuquerqueFrenando_AfondoPityF1_4everPaulo Teixeira Recent comment authors
      Subscribe  
    Notify of
    can-am
    Membro
    can-am

    Os GPs em si não se prestam a muito mais. O espectáculo não dá para muito mais,dependendo obviamente de corrida para corrida. Antigamente as corridas de carros tinham sempre associadas um factor,que,atraia muita gente, e que era o perigo, o risco e os acidentes. Hoje isso está ultrapassado. Por outro lado a competição em si está prisioneira duma multidão de regras, comportamentos,protocolos,que matam também a emoção , normalizam e massificam tudo. É o problema desta F1 querer ser sempre muito bem comportadinha, muito politicamente correctinha,agradecida e reverente, e andar sempre virada para os ventos dominantes. A F1 é um desporto… Ler mais »

    Freddy cat
    Membro
    Freddy cat

    O calcanhar de Aquiles da Eleven Sports é público e notório o facto de não haver acordos com as maiores operadoras, designadamente Altice, NOS e Vodafone. Pedro Pinto sabe isso e sabe que nós sabemos. O que Pedro Pinto, por quem tenho a maior consideração e respeito pelo seu percurso profissional, sabe mas não diz, é que os aficionados dos desportos motorizados nunca vão pagar um pacote inflacionado por ter o futebol e mais trinta canais da Nowo só para ver a F1. Talvez uma minoria o faça e provavelmente haja adesão nos cafés e bares onde muita gente se… Ler mais »

    Rubensimao
    Membro
    Rubensimao

    Para aumentar drasticamente o volume da F1 em Portugal bastava por a F1 num canal aberto para toda a gente ver.

    MLS
    Membro
    MLS

    Apenas tenho a dizer que gosto muito da forma de como a Sport TV nos transmite a corrida.
    É esperar para ver.

    old-player
    Membro
    old-player

    Experimente ver noutro canal internacional tipo fox sports ou sky sports e muda de opiniao

    F1_4ever
    Membro
    F1_4ever

    Sim, nunca deve ter visto uma transmissão da Sky Sports F1, então veria o que é uma transmissão de um GP com uma qualidade fantástica não só em termos de análise como dos meios técnicos ao seu dispor para a fazer. As tranmissões da Sport Tv ao pé das da Sky F1 são muito pobrezinhas.

    Pity
    Membro
    Pity

    A Sport tv tem uma vantagem, para quem não domina o inglês “técnico” (onde é que eu já ouvi este termo?): traduz as conversas via rádio, nem todas, valha a verdade. Quanto ao resto, a Sky é muito melhor, sem dúvida.

    frenando_afondo
    Membro
    frenando_afondo

    Sem dúvida, é por onde vejo pela cobertura, desde o programa antes da qualificação e corrida em que entrevistam pilotos e responsáveis das equipas, andam pelas boxes e pela grelha de partida, análises técnicas, muito bom mesmo.

    E como não tenho problemas em perceber inglês, ao menos não há coisas perdidas pela tradução.

    frenando_afondo
    Membro
    frenando_afondo

    Então duas coisas: transmitir a F1 em canal aberto e fazer um GP de Portugal (mas pagam vocês lol).

    Rubensimao
    Membro
    Rubensimao

    Duma maneira ou de outra somos sempre nos que pagamos, como o AIA, foi feito para trazer a F1 para Portugal e está ali assim. E o povo e que o está a pagar, e F1 só mesmo na TV.

    últimas FÓRMULA 1
    últimas Autosport
    AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/motosport.png