/formula1/bmw-vai-flexibilizar-negociacoes-para-a-venda-da-equipa/
BMW vai ‘flexibilizar’ negociações para a venda da equipa | AutoSport

BMW vai ‘flexibilizar’ negociações para a venda da equipa

Por a 4 Setembro 2009 16:11

A tremenda publicidade negativa que a BMW está a receber desde que recusou a oferta feita pela Petronas e patrocinada por Peter Sauber para comprar a equipa parece estar a surtir efeito e os sinais mais recentes recebidos de Munique apontam para uma maior flexibilidade por parte dos alemães nas negociações com os potenciais compradores.

Em Spa, Mario Theissen admitiu que, “as negociações continuam e existem três propostas muito bem estruturadas que estamos a analisar, pois a prioridade é salvar a equipa que está baseada em Hinwill.” Segundo fontes suíças, um grupo que tem sob contrato Geoff Willis para ser o novo director Técnico da equipa helvética fez uma proposta muito forte à BMW, com o apoio de Peter Sauber, podendo ser o escolhido para assumir o controlo desta estrutura.

No entanto o tempo urge para que a BMW tome uma decisão, pois a marca alemã terá de entregar a notificação de despedimento ou cessação de trabalho aos suíços até 30 de Setembro para poder fechar a equipa no final de Dezembro sem custos adicionais, caso não chegue a um acordo com um comprador nas próximas três semanas.

A nível de pilotos a prioridade continua a ser a de manter um dos dois pilotos actuais e encontrar um jovem com fortes apoios para o segundo monolugar, pelo que a situação não mudou muito na última semana.

Pode até acontecer que o mercado de pilotos liberte um veterano que não exija salário elevado – Trulli, Barrichello, Sutil ou Nakajima – pelo que, na verdade, os dois lugares estão completamente em aberto para 2010.

Luís Vasconcelos

últimas FÓRMULA 1
últimas Autosport
formula1